A Engenharia Civil como Instrumento para a Acessibilidade em Ambientes Construídos e a Realidade de Calçadas e Passeios Urbanos

  • Luiz Antonio Miotti UTFPR-Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Resumo

Tendo nas calçadas e passeios públicos a função de permitir a utilização de pessoas para o trânsito com segurança e com possibilidade de deslocamento, este estudo aborda o contexto da engenharia civil quanto às adaptações que são necessárias em ambientes já construídos tornando-os acessíveis a todos. O objetivo é apresentar algumas evidências em calçadas e passeios públicos de ambientes construídos que inibem a livre movimentação com autonomia e segurança, inibindo consequentemente, o direito à cidadania. A metodologia utiliza pesquisa descritiva e de campo, com realização de estudo sobre evidências em calçadas e passeios públicos que podem ser consideradas barreiras à acessibilidade, em cidade de pequeno porte localizada no Estado do Paraná. Os resultados indicam calçadas com barreiras e obstáculos que impedem a mobilidade acessível e a segurança de trânsito para o pedestre. As considerações finais indicam que à engenharia civil compete trabalhar para reorganizar o meio espacial urbano compreendendo as calçadas e os passeios públicos no que concerne à acessibilidade de todos. Palavras-chave: Acessibilidade. Cidadania. Passeios urbanos. Legislação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Antonio Miotti, UTFPR-Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Engengheiro Civil Professor do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Mestre Em Engenharia Civil
Publicado
25-07-2012
Como Citar
Miotti, L. (2012). A Engenharia Civil como Instrumento para a Acessibilidade em Ambientes Construídos e a Realidade de Calçadas e Passeios Urbanos. REEC - Revista Eletrônica De Engenharia Civil, 4(1). https://doi.org/10.5216/reec.v4i1.19265
Seção
Construção Civil