Aprender para resignificar, resignificar para aprender: el caso del fomento de una educación bilingüe para las comunidades de San Juan Chamula, Chiapas, México

Autores

  • Martina Hernández Sánchez Universidad Pedagógica Nacional (UPN), Ciudad de México, CDMX, México

DOI:

https://doi.org/10.5216/racs.v5.65693

Palavras-chave:

Educação indígena instituída, Práticas alternativas e educação para a promoção do bilinguismo

Resumo

Este trabalho revela os problemas, desafios, desafios e contradições dos professores indígenas do município de Chamula, do Estado de Chiapas, México, durante suas práticas em sala de aula do ensino fundamental. Da mesma forma, dá conta de como um grupo de professores organizados, do projeto Milpas Educativas, se esforça por realizar uma formação diferenciada a partir do Método Indutivo Intercultural cunhado por Jorge Gasché, no qual propõe um significativo processo pedagógico para a alfabetização no linguagem da comunidade, articulando a pedagogia com um posicionamento político, didático, jurídico e pertinente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

24-11-2020

Como Citar

Hernández Sánchez, . M. . (2020). Aprender para resignificar, resignificar para aprender: el caso del fomento de una educación bilingüe para las comunidades de San Juan Chamula, Chiapas, México. Articulando E Construindo Saberes, 5. https://doi.org/10.5216/racs.v5.65693