Reflexões sobre uma prática pedagógica construída e vivida no contexto da formação de professor intercultural

Autores

  • Harawana Karajá Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5216/racs.v4i0.59231

Palavras-chave:

Estágio, Conhecimento, Karajá, Valorização

Resumo

Quando eu comecei a pesquisa de estágio pedagógico do curso de Educação Intercultural de Formação Superior Indígena da UFG, tive muitas dificuldades. Após dois anos, peguei muita experiência com os anciãos e as anciãs da comunidade da aldeia. Aprendi através da minha pesquisa e também com os anciãos e as anciãs, assim, aprendi conhecimentos do Iny, autodenominação do povo Karajá. Articulei todos os conhecimentos que eu trouxe para minha mente. Espero contribuir com a valorização dos nossos conhecimentos. Recordei e aprendi muito conhecimento do conjunto Iny, denominado, por nós, Karajá de bded??nana. Minha experiência, no estágio, é da busca de conhecimento. O estágio realizou-se na aldeia Btoiry, na Ilha do Bananal, Tocantins.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Harawana Karajá, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil

Licenciado em Educação Intercultural pelo Núcleo Takinahak? de Formação Superior Indígena (NTFSI) da Universidade Federal de Goiás (UFG). Professor da Educação Básica, na aldeia de Btoiry, na Ilha do Bananal/TO. Pesquisador do PIBID/CAPES. Aldeia Btoiry, TO, Brasil.

Downloads

Publicado

05-08-2019

Como Citar

Karajá, H. (2019). Reflexões sobre uma prática pedagógica construída e vivida no contexto da formação de professor intercultural. Articulando E Construindo Saberes, 4. https://doi.org/10.5216/racs.v4i0.59231