A TRANSMISSÃO DE NOMES GAVIÃO: FABRICANDO PESSOAS E COLETIVIDADES (GAVIÃO PYHCOPCATI JI – AMAZÔNIA MARANHENSE)

Autores

  • Maycon Melo
  • Paulo Belizário Gavião

DOI:

https://doi.org/10.5216/racs.v2i1.49014

Resumo

RESUMO

Os Gavião Pyhcopcati ji são um povo falante do tronco linguístico MacroJê, que vive na parte sudoeste do Estado do Maranhão, na Amazônia maranhense. Quando uma criança nasce, um conjunto de nomes pessoais lhe é transmitido, criando relações sociais com diferentes pessoas e grupos que irão perpassar toda sua vida e morte. O nome também vincula o indivíduo à esfera cerimonial, lhe atribuindo funções e posições específicas nas performances realizadas no pátio. Atualmente, muitos nomes são substituídos nas conversas cotidianas pelos nomes em português, o que parece ter colocado uma questão de ordem sócio-cosmológica e não apenas linguística aos Gavião. O artigo discute a transmissão de nomes entre os Gavião e a forma como está relacionada à construção de pessoas e de coletivos a partir de momentos ritualizados e fundamentais para a continuidade da vida.

Palavras Chave: Gavião Pyhcopcatiji. Onomástica. Transmissão de
nomes. Amizade formal. Amazônia maranhense.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

29-08-2017

Como Citar

Melo, M., & Gavião, P. B. (2017). A TRANSMISSÃO DE NOMES GAVIÃO: FABRICANDO PESSOAS E COLETIVIDADES (GAVIÃO PYHCOPCATI JI – AMAZÔNIA MARANHENSE). Articulando E Construindo Saberes, 2(1). https://doi.org/10.5216/racs.v2i1.49014