FORMAÇÃO, SABERES E PRÁTICAS DE PROFESSORES DE HISTÓRIA: UM ESTUDO EM CAPINÓPOLIS, MG, BRASIL

Autores

  • Astrogildo Fernandes da Silva Júnior Universidade Federal de Uberlândia
  • Luana Ferreira Santana Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v12i1.31217

Resumo

Este texto tem como objetivo analisar a formação, os saberes e as práticas de
professores de história que atuam em uma escola pública localizada na cidade de Capinópolis,
MG, Brasil. A abordagem metodológica utilizada foi inspirada na História Oral Temática.
Foram entrevistadas três professoras de história que atuavam na rede estadual de ensino,
desde os anos finais do ensino fundamental até o ensino médio, especificamente, na escola
Sérgio de Freitas Pacheco, em Capinópolis. As narrativas orais foram transcritas e
textualizadas com o propósito de refletir sobre a formação, os saberes e as práticas, mas
também não deixando de lado as necessidades, dificuldades, vantagens, desvantagens e o
processo da construção da identidade docente. Verificou-se que as professoras constroem suas
identidades ao longo da vida, em diferentes espaços de formação. A formação docente, as
condições de trabalho, as políticas públicas, direta ou indiretamente, são constitutivas dos
saberes e das práticas pedagógicas. Mesmo diante das adversidades, essas professoras
procuram desenvolver suas práticas na perspectiva de contribuir para a formação cidadã das
crianças e jovens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-07-22

Como Citar

JÚNIOR, A. F. da S.; SANTANA, L. F. FORMAÇÃO, SABERES E PRÁTICAS DE PROFESSORES DE HISTÓRIA: UM ESTUDO EM CAPINÓPOLIS, MG, BRASIL. Poíesis Pedagógica, Goiânia, v. 12, n. 1, p. 197–218, 2014. DOI: 10.5216/rpp.v12i1.31217. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/31217. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

FLUXO CONTÍNUO