EDUCAÇÃO INCLUSIVA: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PROFESSORES QUE ENSINAM MATEMÁTICA

Autores

  • Geraldo Eustáquio Moreira SEEDF
  • Ana Lúcia Manrique PUCSP

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v12i1.31213

Resumo

Diante da escassez de pesquisas que investigam as relações entre professores que
ensinam Matemática e alunos com deficiência, realizou-se uma investigação que teve como
objetivos identificar as representações sociais que estes profissionais têm sobre a deficiência e
sobre as relações estabelecidas entre alunos com e sem deficiências, bem como saber seus
conhecimentos e verificar suas crenças, comportamentos e dúvidas acerca da temática. A
pesquisa foi desenvolvida com 65 professores que ensinam Matemática e a recolha dos dados
se deu a partir de três situações cotidianas. Utilizou-se a metodologia do Discurso do Sujeito
Coletivo, tendo como referencial teórico-metodológico a Teoria das Representações Sociais.
Os resultados evidenciaram a presença de distintas representações acerca da temática, com
posturas que vão do apoio e incentivo à inclusão do aluno com deficiência à representações
que descortinaram manifestações de dúvidas, opiniões e atitudes contrárias à inclusão desses
alunos em aulas regulares de Matemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-07-22

Como Citar

MOREIRA, G. E.; MANRIQUE, A. L. EDUCAÇÃO INCLUSIVA: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PROFESSORES QUE ENSINAM MATEMÁTICA. Poíesis Pedagógica, Goiânia, v. 12, n. 1, p. 127–149, 2014. DOI: 10.5216/rpp.v12i1.31213. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/31213. Acesso em: 28 maio. 2022.