DIALOGANDO COM GOFFMAN: contribuições e limites sobre a deficiência

Autores

  • Gustavo Martins Piccolo Doutor em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos- UFSCar e professor efetivo da rede estadual de Educação. Endereço: Alameda Estevo, n.436, centro, Gavião Peixoto-SP
  • Enicéia Gonçalves Mendes Pós-Doutorado SORBONNE- UNIVERSITE PARIS V- RENE DESCARTES; Doutora em Psicologia pela USP e professora adjunta da UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v10i1.19990

Resumo

Objetivamos com este texto, mediante processo de revisão literária, apresentar as contribuições e limites dos textos de Goffman para um repensar sobre a deficiência a partir de outros lineamentos que não os médicos e biológicos. Para tanto, destacamos, em um primeiro momento, os cortes distintivos característicos do pensar interacionista e a importância que o mesmo tece à temática do desvio. Após esta tarefa, nos debruçamos sobre uma análise crítica dos conceitos de estigma e instituições totais, cujo ineditismo e relação ao campo da Educação Especial seduziram sobremaneira estes pesquisadores. Por fim, demarcamos a necessidade de um novo pensar sobre a deficiência como forma de luta contra as práticas de rotulação, discriminação e opressão que tanto têm marcado a socialidade capitalista contemporânea, avessa a quaisquer diferenças que não resultem no acúmulo do lucro e da mais valia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-09-10

Como Citar

PICCOLO, G. M.; MENDES, E. G. DIALOGANDO COM GOFFMAN: contribuições e limites sobre a deficiência. Poíesis Pedagógica, Goiânia, v. 10, n. 1, p. 46–63, 2012. DOI: 10.5216/rpp.v10i1.19990. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/19990. Acesso em: 18 maio. 2022.