O PAPEL DA LEITURA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR - CONCEPÇÕES, PRÁTICAS E PERSPECTIVAS

Autores

  • Ana Maria Esteves Bortolanza
  • Sandra Alves Farias Universidade de Uberaba

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v10i2.19887

Resumo

A leitura é fonte de construção do saber, por isso, fundamental na educação em qualquer nível. Tendo em vista sua importância no processo de compreensão de mundo, a leitura constitui hoje uma demanda social.  Diante disso, este artigo tem como objetivo refletir sobre o papel da leitura na formação do professor de língua materna, em contextos escolares.  O artigo foi desenvolvido em três tópicos: o primeiro, aborda a formação inicial de professores para o ensino da leitura, e o professor como agente organizador no processo de mediação da leitura. O segundo tópico trata da leitura como objeto de ensino, focalizando concepções e práticas de ensino de leitura, no âmbito do curso de Letras. No terceiro e último tópico são apresentadas práticas e perspectivas de formação de professores-leitores na universidade, com foco no professor como organizador das práticas educativas de leitura de leitura em sala de aula. Nas considerações finais, conclui-se com uma breve reflexão sobre a temática que dá corpo a este artigo: o papel da leitura na formação do professor. Os autores que subsidiaram este estudo foram Benevides (2006); Carvalho (2002); Contreras (2002); Côrrea (2001); Dalvi; Kleiman (1989; 2001); Orlandi (1988).

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria Esteves Bortolanza

DOUTORA EM EDUCAÇÃO PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP)

DOCENTE DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE DE UBERABA (UNIUBE

Sandra Alves Farias, Universidade de Uberaba

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Uberaba

Publicado

2012-11-24

Como Citar

ESTEVES BORTOLANZA, A. M.; ALVES FARIAS, S. O PAPEL DA LEITURA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR - CONCEPÇÕES, PRÁTICAS E PERSPECTIVAS. Poíesis Pedagógica, Goiânia, v. 10, n. 2, 2012. DOI: 10.5216/rpp.v10i2.19887. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/19887. Acesso em: 22 maio. 2022.