RESSIGNIFICAR HISTÓRIAS DE VIDA NAS AULAS DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO

Autores

  • Edla Eggert Unisinos
  • Maria da Graça Leão
  • Joice Oliveira Pacheco
  • Amanda Motta Ângelo Castro

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v8i1.12173

Resumo

Acreditamos que as instituições de ensino preocupam-se em formar profissionais da educação autônomos. Nessa perspectiva, esse artigo apresenta um projeto pedagógico de prática de sala de aula, com estudantes do Curso de Pedagogia, que vem sendo desenvolvido por meio de narrativas (auto)biográficas com base em princípios da pesquisa formação, de Marie-Christine Josso, que relacionamos aos conteúdos de História da Educação e aos estudos de gênero. Analisamos a importância do conhecimento de teorias feministas que apontam para outras formas de ensinar e pesquisar a história a fim de que a docência produza a consciência de gênero. Sinalizamos para a riqueza das narrativas que organizam e produzem um caminho para si na aprendizagem do estar sendo professora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-10-18

Como Citar

EGGERT, E.; LEÃO, M. da G.; PACHECO, J. O.; CASTRO, A. M. Ângelo. RESSIGNIFICAR HISTÓRIAS DE VIDA NAS AULAS DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. Poíesis Pedagógica, Goiânia, v. 8, n. 1, p. 93–110, 2010. DOI: 10.5216/rpp.v8i1.12173. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/12173. Acesso em: 22 maio. 2022.