TEMPOS DE AUTO (CRONO) FORMAÇÃO

Autores

  • Roberto Sanches

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v8i1.12166

Resumo

Esse artigo situa a questão acerca da temporalidade e da experiência pessoal, mediados por uma narrativa, com o objetivo de mostrar a profundidade do saber experiencial e do saber viver, implicados em trabalhos com histórias de vida e pesquisa autobiográfica. Saímos da visão positivista da história e ressaltamos o trabalho com o tempo que se transforma no trabalho com o eu, que não aparece de forma imediata, mas é fruto de uma reflexão sobre si e o tempo, trabalhados por uma razão narrativa que coloca o sujeito em um mundo vivido, sujeito a transformações abrindo o caminho para um aprendizado do saber viver as diferentes temporalidades autocronoformadoras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-10-18

Como Citar

SANCHES, R. TEMPOS DE AUTO (CRONO) FORMAÇÃO. Poíesis Pedagógica, Goiânia, v. 8, n. 1, p. 7–18, 2010. DOI: 10.5216/rpp.v8i1.12166. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/12166. Acesso em: 22 maio. 2022.