O PRAZER NEGADO E O PRAZER PERMITIDO: INFERÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Sérgio Pereira da Silva UFG-CAC

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v1i1.10511

Resumo

Este ensaio procura pensar a dialética do prazer negado e do prazer permitido, na constituição da subjetividade e da educação humanas. Para tal, este processo é analisado a partir de três dualismos: alienação/onilateralidade; liberdade/civilização e heteronomia/autonomia. O autor transita por conceitos filosóficos, psicanalistas e pedagógicos defendendo o argumento de que uma verdadeira liberdade e um verdadeiro prazer pressupõem o compromisso moral com a sociedade, na lógica de construir e manter a civilização. A partir desta tese, e/ou em todo o texto, o autor faz inferências para educação infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-07-21

Como Citar

DA SILVA, S. P. O PRAZER NEGADO E O PRAZER PERMITIDO: INFERÊNCIAS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL. Poíesis Pedagógica, Goiânia, v. 1, n. 1, p. 90–104, 2010. DOI: 10.5216/rpp.v1i1.10511. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/10511. Acesso em: 25 maio. 2022.