[1]
H. C. Klotz, “A INTENCIONALIDADE DA PERCEPÇÃO E DO AGIR NO JOVEM HEGEL”, Philósophos, vol. 14, nº 2, p. 13-31, ago. 2010.