A INTERSUBJETIVIDADE NO PENSAMENTO HUSSERLIANO TARDIO: A EXPERIÊNCIA DE EMPATIA E A COMUNIDADE DE MÔNADAS

  • Juliana Missaggia Doutora em Filosofia, professora da Universidade Federal de Santa Maria

Resumo

Nesse artigo analiso aspectos fundamentais da noção de intersubjetividade, desenvolvida no pensamento tardio de Edmund Husserl. Primeiramente, apresento o conceito de empatia (Einfühlung), demonstrando sua relação com o estabelecimento da esfera intersubjetiva. A seguir, investigo o papel desempenhado pela “comunidade de mônadas” e como ela remete à ideia de mundo objetivo. Tais noções são cruciais, conforme pretendo indicar, para afastar leituras bastante comuns, porém equivocadas, sobre o suposto caráter solipsista da fenomenologia husserliana.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
13-08-2019
Como Citar
Missaggia, J. (2019). A INTERSUBJETIVIDADE NO PENSAMENTO HUSSERLIANO TARDIO: A EXPERIÊNCIA DE EMPATIA E A COMUNIDADE DE MÔNADAS. Philósophos - Revista De Filosofia, 24(1). https://doi.org/10.5216/phi.v24i1.46132
Seção
Artigos Originais