A NATUREZA DA FORÇA: NOTAS SOBRE O TEXTO LATINO DE IN PHYSICA II, 1, L. 11-14 DE FILOPONO

  • Evaniel Brás dos Santos Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Filopono, força, Deus, corpos simples

Resumo

Este artigo apresenta uma exegese do In Physica II, 1, l. 11-14 de Filipono, texto no qual o autor expõe uma compreensão da noção de força como formadora e diretiva da totalidade dos corpos na medida em que os mantém no ser, conferindo, portanto, unidade e ordenação ao cosmo. Nesse contexto, é possível sustentar que a força vinculada com a locomoção natural dos corpos simples tomados em conjunto, o cosmo, é uma anima mundi. Para tanto, a noção de vida, também presente no In Physica II, 1, l. 11-14, é tomada como chave de leitura, uma vez que por ela tem sentido afirmar que o cosmos possui uma forma, esta que, no limite, é a própria alma do cosmo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evaniel Brás dos Santos, Universidade Estadual de Campinas
Doutorando em Filosofia pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP. Bolsista CAPES.  Membro do grupo de pesquisa "Revolução Científica dos Séculos XVI e XVII: Origens, Influências e Bases Científicas e Filosóficas(certificado pela UNICAMP e credenciado junto ao CNPq). Participa como integrante do projeto “Movimento e Matéria Celeste no Argumento pela Eternidade do Mundo”, financiado pelo CNPq (Processo 460353/2014-4) pelo Edital MCTI/CNPq/Universal 14/2014.
Publicado
09-02-2018
Como Citar
Brás dos Santos, E. (2018). A NATUREZA DA FORÇA: NOTAS SOBRE O TEXTO LATINO DE IN PHYSICA II, 1, L. 11-14 DE FILOPONO. Philósophos - Revista De Filosofia, 22(2), 125. https://doi.org/10.5216/phi.v22i2.43243
Seção
Artigos Originais