CONTRIBUIÇÕES PARA UM DEBATE SOBRE A JUSTIÇA A PARTIR DA FILOSOFIA DE FRIEDRICH NIETZSCHE

  • Antonio Edmilson Paschoal PUCPR
Palavras-chave: Ressentimento, Justiça, Vingança, Indulgência, Apartheid

Resumo

O objetivo deste artigo é fornecer alguns elementos que permitam ampliar os debates sobre certos desafios atuais da justiça e da política tendo como referência o tema do ressentimento na filosofia de Friedrich Nietzsche. Assim, partindo da tese de que a justiça não corresponde à sede de vingança, mas opera um movimento oposto a ela, propomos uma reflexão que culmina na análise de alguns casos-limite de nossa história recente. O primeiro desses casos é o das políticas totalitárias, marcadas pelo ressentimento e verificadas na primeira metade do século XX na Europa. O segundo corresponde à associação entre indulgência e verdade que selou o fim do regime da Apartheid na África do Sul. Conforme nossa hipótese de trabalho, diferentemente da política, ou concepção de justiça, marcada pela sede de vingança do primeiro caso, o que se tem no segundo exemplifica um modo de se relacionar com as vivências passadas que não exige que eles sejam apagados ou ressentidos, mas assimilados num projeto de construção do instante presente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Edmilson Paschoal, PUCPR

Antonio Edmilson Paschoal
possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1985), mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1994) e doutorado em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (1999) com pesquisa desenvolvida na Freie Universität-Berlin. Atualmente é professor titular do Departamento de Filosofia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCPR e pesquisador (PP) do CNPq nível 2. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Filosofia Contemporânea e Ética, atuando principalmente em projetos como "Má consciência e ressentimento: velhas mazelas do subterrâneo do homem" e "Os limítes da razão na filosofia de Nietzsche" nos quais desenvolve estudos sobre aspectos da filosofia de Nietzsche em interface com o pensamento de Kant, Schelling, Schopenhauer e Foucault.

Publicado
17-02-2014
Como Citar
Paschoal, A. E. (2014). CONTRIBUIÇÕES PARA UM DEBATE SOBRE A JUSTIÇA A PARTIR DA FILOSOFIA DE FRIEDRICH NIETZSCHE. Philósophos - Revista De Filosofia, 18(2), 43-59. https://doi.org/10.5216/phi.v18i2.25182