PERSPECTIVISMO E DESENHO: OBJETIVIDADE EXPRESSIVA

  • Vânia Dutra de Azeredo PUC-Campinas
Palavras-chave: desenho de observação, interpretação, perspectivismo, homem, valor.

Resumo

O presente artigo visa analisar o desenho de observação a partir das noções de interpretação e de perspectivismo nietzschiano, procurando mostrar a impossibilidade de uma posição neutra, com referência ao desenho, que pudesse captar imparcialmente suas nuanças. Propõe o conceito de objetividade expressiva enquanto limite necessário à produção e à leitura humanas, notadamente, no desenho de observação, desde o conjunto do aparato conceptual de Nietzsche.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vânia Dutra de Azeredo, PUC-Campinas
Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1987) , mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1996) e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (2003) . Atualmente é Professor da PUC-Campinas, Membro de corpo editorial da Revista Reflexão, Membro de corpo editorial da Revista Alamedas, Membro de corpo editorial da Cadernos Nietzsche e Membro de corpo editorial da Humanidades em Revista. Tem experiência na área de Filosofia , com ênfase em Ética. Atuando principalmente nos seguintes temas: Nietzsche, Genealogia, moral.
Publicado
30-12-2011
Como Citar
de Azeredo, V. D. (2011). PERSPECTIVISMO E DESENHO: OBJETIVIDADE EXPRESSIVA. Philósophos - Revista De Filosofia, 16(2), DOI: 10.5216/phi.v16i2.15754. https://doi.org/10.5216/phi.v16i2.15754
Seção
Artigos Originais