HEIDEGGER E O ENIGMA DA COMÉDIA

  • Róbson Ramos dos Reis UFSM
Palavras-chave: Heidegger, cômico, riso, pensamento do ser.

Resumo

O meu objetivo neste artigo é a formulação de uma hipótese que estabelece a conexão interna entre o risível e o pensamento do ser, oferecendo algumas direções para um tratamento sistemático do problema do cômico na obra de Heidegger. O artigo é concluído com um comentário sobre relação entre o cômico, o trágico e o pensamento, tomando por base a interpretação heideggeriana de Heráclito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Róbson Ramos dos Reis, UFSM
Róbson Ramos dos Reis concluiu o doutorado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1994. Atualmente é Professor Associado III da Universidade Federal de Santa Maria e Bolsista PQ 1D do CNPq. Atualmente é vice-presidente da Sociedade Brasileira de Fenomenologia e membro da Sociedad Ibero-americana de Estudios Heideggerianos. Atua na área de Filosofia, com ênfase em Fenomenologia e em Hermenêutica. Em seu currículo Lattes os termos mais freqüentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Heidegger, Fenomenologia, Ontologia, Filosofia alemã, Hermenêutica, Indicação formal, Kant, Ciência, Verdade e Filosofia Contemporânea.
Publicado
21-10-2010
Como Citar
dos Reis, R. R. (2010). HEIDEGGER E O ENIGMA DA COMÉDIA. Philósophos - Revista De Filosofia, 14(2), 115-161. https://doi.org/10.5216/phi.v14i2.12120
Seção
Artigos Originais