CRESCIMENTO DE MUDAS DE MARACUJAZEIRO EM FUNÇÃO DE ADUBAÇÃO À BASE DE BORO E MATERIAL DE CUPINZEIRO

Gisele Garcia de Sousa, José Oscar Novelino, Silvana Quintão de Paula Scalon, Marlene Estevão Marchetti

Resumo


Na produção de mudas de maracujazeiro, deve-se atentar para o estado nutricional das plantas, cujas informações, quanto à adubação com micronutrientes como o boro, ainda são escassas para as regiões tropicais onde a fruticultura está se expandindo. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de doses de boro (B) e de material do cartão de cupinzeiro sobre componentes de crescimento e concentração de B, na parte aérea de plantas de maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.), cultivadas em Latossolo Vermelho distrófico. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5x4, com cinco doses de boro (0 mg dm-3; 0,25 mg dm-3; 0,50 mg dm-3; 0,75 mg dm-3; e 1,00 mg dm-3) e quatro doses do material de cartão de cupinzeiro de montículo (0 g dm-3; 25 g dm-3; 50 g dm-3; e 75 g dm-3), com quatro repetições, totalizando 80 unidades experimentais. A unidade experimental foi constituída por vasos com capacidade máxima para 700 cm3 de amostras. O experimento foi realizado em casa-de-vegetação, em Dourados (MS). Os maiores valores de produção de massa seca da parte aérea, altura de plantas, área foliar, diâmetro de caule e leitura SPAD são alcançados pelas aplicações conjuntas de material do cartão, na maior dose, e entre as duas maiores doses de B. O material de cartão de cupinzeiro foi pouco efetivo, como fonte de B, para influenciar os componentes de crescimento do maracujazeiro. As concentrações de B, na parte aérea de plantas de maracujá, para todas as doses de material do cartão aplicado, decresceram com os aumentos das doses de B aplicado.

PALAVRAS-CHAVE: Passiflora edulis; adubação boratada; adubação orgânica.


Palavras-chave


Passiflora edulis; adubação boratada; adubação orgânica

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons

Pesquisa Agropecuária Tropical está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br/index.php/pat/about/submissions#onlineSubmissions.

Esta publicação é financiada pelo Programa de Apoio às Publicações Periódicas da UFG (PROAPUPEC)

Visitantes: contador de visitas
Logotipo do IBICT