RELAÇÕES ENTRE PRODUTIVIDADE DE SORGO FORRAGEIRO E ATRIBUTOS FÍSICOS E TEOR DE MATÉRIA ORGÂNICA DE UM LATOSSOLO DO CERRADO

  • Fernanda Carvalho Basso Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal / UNESP
  • Marcelo Andreotti Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira - UNESP
  • Morel de Passos e Carvalho Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira - UNESP
  • Bruno Nascimento Lodo Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal / UNESP
Palavras-chave: Variabilidade espacial, macroporosidade, microporosidade, porosidade total, densidade do solo

Resumo

Os atributos físicos e a matéria orgânica do solo influenciam no crescimento e desenvolvimento vegetal, limitando o crescimento de raízes e a produtividade das culturas. Objetivando-se estudar a variabilidade espacial e correlações lineares entre a produtividade do sorgo forrageiro e os atributos físicos e matéria orgânica do solo, realizou-se um experimento em Latossolo Vermelho distroférrico, no município de Selvíria (MS), na safrinha de 2005. Para tanto, estimou-se a produtividade de matéria fresca e seca do sorgo forrageiro, a microporosidade, macroporosidade, porosidade total, densidade e teor de matéria orgânica do solo, em três profundidades (0,00-0,10 m; 0,10-0,20 m; e 0,20-0,30 m). As amostras foram coletadas em uma malha geoestatística, com total de 124 pontos, em área de 4.000 m2. As produtividades de matéria fresca e seca apresentaram elevada variabilidade, enquanto, para os atributos do solo, em geral, a variabilidade foi baixa. Os atributos da planta, a macroporosidade (nas primeiras camadas), microporosidade, porosidade total e densidade total, na primeira e terceira camadas, seguiram padrões espaciais bem definidos, com alcances estabelecidos entre 17,9 m e 84,2 m, enquanto os demais atributos apresentaram efeito pepita puro. A correlação linear simples entre os atributos da planta foi alta e positiva, enquanto, entre os atributos da planta com os do solo, foi baixa e significativa, com interações positivas para macroporosidade e porosidade total, bem como negativa para densidade do solo, na primeira camada. A densidade do solo, na menor profundidade, foi um excelente indicador da qualidade física do solo, para a estimativa da produtividade de matéria seca.


PALAVRAS-CHAVES: Variabilidade espacial; macroporosidade; microporosidade; porosidade total; densidade do solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
31-03-2011
Como Citar
BASSO, F. C.; ANDREOTTI, M.; CARVALHO, M. DE P. E; LODO, B. N. RELAÇÕES ENTRE PRODUTIVIDADE DE SORGO FORRAGEIRO E ATRIBUTOS FÍSICOS E TEOR DE MATÉRIA ORGÂNICA DE UM LATOSSOLO DO CERRADO. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 41, n. 1, p. 135-144, 31 mar. 2011.
Seção
Ciência do Solo