CRESCIMENTO DE BACTÉRIAS RUMINAIS EM FUNÇÃO DA CONCENTRAÇÃO DE SUBSTRATO ENERGÉTICO EM MEIO DE CULTURA

  • Tadeu Silva de Oliveira Universidade Federal de Viçosa
  • Rogério de Paula Lana Universidade Federal de Viçosa
  • José Carlos Pereira Universidade Federal de Viçosa
  • Geicimara Guimarães Universidade Federal de Viçosa
  • José Alípio Faleiro Neto Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Cinética de saturação, Lineweaver-Burk, Michaelis-Menten, pH, sacarose

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar os níveis de sacarose no crescimento microbiano. Tubos de ensaio foram preenchidos com 16,5 mL de tampão (meio Chen), 1 mL de inóculo (líquido de rúmen de bovino em pasto), 1 mL de Tripticase ou caseína hidrolisada (1 g L-1 como concentração final) e 2,4 mL de solução de sacarose (0,00 g L-1; 0,37 g L-1; 0,75 g L-1; 1,5 g L-1; 3,0 g L-1; 6,0 g L-1; 12,0 g L-1; e 24,0 g L-1), em triplicata. O pH foi de 5,56 à 0 hora (h) e 4,6 às 6 h, 5,83 em 0 g L-1 e 4,18 acima de 1,5g L-1 de sacarose. A densidade óptica (DO-600 nm) e de proteína microbiana (MP-595 nm) tenderam a se estabilizar após 12 h e 6 g L-1 de sacarose, sem ocorrência de interação. A DO (valores médios entre 6 h e 24 h) foi curvilínea (hipérbole), em função da concentração de sacarose, seguiu o modelo de saturação cinética de Michaelis-Menten, típico do sistema enzimático, e foi descrita pela seguinte equação de Lineweaver-Burk: 1/DO = 0.508*(1/sacarose) + 1.15, R² = 0,99. O crescimento microbiano máximo teórico (1/a = kmax) foi de 0,87 DO e a concentração de sacarose para atingir a metade kmax (b/a = Ks) foi de 0,44 g L-1 de sacarose. O crescimento microbiano foi afetado pelo tempo de incubação, concentração de substrato e acidificação do meio de cultura.

PALAVRAS-CHAVE: Cinética de saturação; Lineweaver-Burk; Michaelis-Menten; pH; sacarose.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tadeu Silva de Oliveira, Universidade Federal de Viçosa

Zootecnista, estudante de mestrado em Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa,

CEP 36571-000, Viçosa, Minas Gerais, Brasil, e-mail: tadeusilva@zootecnista.com.br   
Rogério de Paula Lana, Universidade Federal de Viçosa
. Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa, CEP 36571-000, Viçosa, Minas Gerais, Brasil, email: rlana@ufv.br
José Carlos Pereira, Universidade Federal de Viçosa
. Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa, CEP 36571-000, Viçosa, Minas Gerais, Brasil, email: jcarlos@ufv.br   
Geicimara Guimarães, Universidade Federal de Viçosa
Estudante de Cooperativismo da Universidade Federal de Viçosa, CEP 36571-000, Viçosa, Minas Gerais, Brasil, e-mail: geicimara.guimaraes@ufv.br   
José Alípio Faleiro Neto, Universidade Federal de Minas Gerais

Zootecnista, estudante de mestrado em Zootecnia na Universidade Federal de Minas Gerais, CEP  30123-970, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, e-mail: jalipio@bol.com.br 

 

Publicado
31-01-2011
Como Citar
OLIVEIRA, T. S. DE; LANA, R. DE P.; PEREIRA, J. C.; GUIMARÃES, G.; FALEIRO NETO, J. A. CRESCIMENTO DE BACTÉRIAS RUMINAIS EM FUNÇÃO DA CONCENTRAÇÃO DE SUBSTRATO ENERGÉTICO EM MEIO DE CULTURA. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 41, n. 1, p. 39-43, 31 jan. 2011.
Seção
Zootecnia