Efeito de coberturas biodegradáveis no tempo de vida útil de Hancornia speciosa

Autores

Resumo

A produção de mangaba (Hancornia speciosa Gomes), no Brasil, tem aumentado consideravelmente nos últimos anos e, paralelamente a esse grande volume produzido, há elevado percentual de perdas, o que torna necessário o conhecimento de novas técnicas que contribuam para estender o tempo de vida útil dos frutos sem alterar suas características físicas, sensoriais e nutricionais. Objetivou-se aplicar coberturas biodegradáveis de quitosana, proteína do soro de leite, ácido lático e fécula de mandioca em mangaba, bem como avaliar a sua eficiência na preservação do tempo de vida útil dos frutos. Para isso, foram realizadas análises físico-químicas de pH, acidez, ºBrix, compostos fenólicos, vitamina C e umidade. As coberturas com 1 % de quitosana, 4 % de proteína do soro de leite, 3 % de fécula de mandioca e 1,5 % de ácido lático apresentaram resultados satisfatórios em temperatura ambiente (25 ºC), retardando o amadurecimento, em relação aos controles.

PALAVRAS-CHAVE: Cerrado, frutos tropicais, perdas pós-colheita.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

05-02-2021

Como Citar

TAYS FRANCISCO FELICIO, N.; MARTINS FERREIRA, S.; MARTINS DE OLIVEIRA, T.; RODRIGUES DE MORAES, E.; SILVA BATISTA SOARES, D. Efeito de coberturas biodegradáveis no tempo de vida útil de Hancornia speciosa. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 51, p. e64825, 2021. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/64825. Acesso em: 18 abr. 2021.

Edição

Seção

Suplemento Especial: Cerrado