QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES E DESEMPENHO AGRONÔMICO DE GENÓTIPOS DE MILHO DOCE

  • André Ferreira Pereira UFG
  • Patrícia Guimarães Santos Melo UFG
  • Jaison Pereira de Oliveira Embrapa Arroz e Feijão
  • Aracelle Assunção UFG
  • Luíce Gomes Bueno UFG
Palavras-chave: Zea mays, açúcares totais, vigor, clorofila

Resumo

Este estudo buscou avaliar o desempenho agronômico e a qualidade fisiológica de sementes de seis híbridos simples comerciais de milho doce, quinze híbridos duplos obtidos dos cruzamentos entre os híbridos simples, tomados dois a dois, e uma testemunha. A fase de campo foi conduzida em Goiânia (16°35'S, 49º21'W e altitude média de 730 m), num Latossolo vermelho-escuro de textura argilosa. Empregou-se o delineamento de blocos completos casualizados, com quatro repetições. Foram determinados a produtividade, porcentagem de espigas padrão despalhadas, porcentagem de rendimento industrial, teor de sólidos solúveis totais, teor de clorofila e teor de açúcares totais. Para as avaliações de qualidade fisiológica das sementes, foram realizados os seguintes testes de germinação: frio sem solo (modificado), envelhecimento acelerado e tetrazólio. A partir dos testes fisiológicos, foram calculados os valores percentuais e os índices de emissão de raiz primária. Os resultados mostraram que existe potencial genético entre os genótipos testados, tanto para os caracteres agronômicos, como para qualidade de semente. Assim, a exploração destes genótipos no programa de melhoramento poderá ocorrer por meio da obtenção de compostos para extração de linhagens, principalmente para os caracteres produtividade de espigas com palha, rendimento industrial, teor de clorofila e teste de frio modificado.

PALAVRAS-CHAVE: Zea mays; açúcares totais; vigor; clorofila.


Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
14-11-2008
Como Citar
PEREIRA, A.; MELO, P.; OLIVEIRA, J.; ASSUNÇÃO, A.; BUENO, L. QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES E DESEMPENHO AGRONÔMICO DE GENÓTIPOS DE MILHO DOCE. Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 38, n. 4, p. 249-261, 14 nov. 2008.
Seção
Artigos Científicos