Produção de feijão-caupi sob estresse hídrico utilizando-se hidrogéis

Autores

  • Marília Barcelos Souza Lopes Doutoranda em Produção Vegetal Universidade Federal do Tocantins Campus Universitário de Gurupi
  • Taynar Coelho de Oliveira Tavares Doutora em Produção Vegetal Universidade Federal do Tocantins Campus Universitário de Gurupi
  • Danilo Alves Veloso Estudante de Agronomia Universidade Federal do Tocantins Campus Universitário de Gurupi
  • Niléia Cristina da Silva Professora Adjunta Universidade Federal do Tocantins Campus Universitário de Gurupi
  • Rodrigo Ribeiro Fidelis Professor Associado Universidade Federal do Tocantins Campus Universitário de Gurupi

Palavras-chave:

Vigna Unguiculata (L.) Walp., condicionador de solos, seca.

Resumo

O aumento populacional e a necessidade de intensificação da produção de alimentos, aliados à escassez de recursos hídricos, têm levado a buscas por alternativas que reduzam o consumo e otimizem o uso de água durante os cultivos. Neste contexto, os hidrogéis surgem como estratégia no manejo agrícola, devido à sua capacidade de retenção e de disponibilização de água para as plantas. Objetivou-se avaliar a eficiência de hidrogéis no desenvolvimento e produção de feijão-caupi (cultivar ‘Sempre-verde’), quando submetido a estresse hídrico, em casa-de-vegetação. O experimento foi conduzido em blocos casualizados, com cinco repetições, em esquema fatorial 4 x 5, sendo avaliados quatro tipos de hidrogel (Hydroplan-EB HyA, com granulometria de 1-3 mm; Hydroplan-EB HyB, com granulometria de 0,5-1 mm; Hydroplan-EB HyC, com granulometria < 0,5 mm; Polim-Agri, com granulometria de 1-0,5 mm) e cinco concentrações (0 g vaso-1; 1,5 g vaso-1; 3 g vaso-1; 4,5 g vaso-1; 6 g vaso-1). Os parâmetros avaliados foram: número de vagens por planta, número de grãos por vagem e produtividade de grãos. A maior concentração (6 g vaso-1) resultou em maior número de vagens e produtividade para todos os hidrogéis, destacando-se  HyC e Polim-Agro, com 7,4 e 7 vagens por planta e produtividade de 15,43 g planta-1 e 16,68  g planta-1, respectivamente. A utilização de hidrogel demonstra ser eficiente na redução de perdas de produtividade sob estresse hídrico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Ribeiro Fidelis, Professor Associado Universidade Federal do Tocantins Campus Universitário de Gurupi

Engenheiro Agrônomo; Mestrado e Doutorado em Fitotecnia (melhoramento de plantas); Professor adjunto de Genética e Melhoramento de Plantas na Graduação e Pós-Graduação (Mestrado em Produção Vegetal).

Downloads

Publicado

05-04-2017

Como Citar

LOPES, M. B. S.; TAVARES, T. C. de O.; VELOSO, D. A.; SILVA, N. C. da; FIDELIS, R. R. Produção de feijão-caupi sob estresse hídrico utilizando-se hidrogéis. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 47, n. 1, p. 87–92, 2017. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/43398. Acesso em: 19 jun. 2021.

Edição

Seção

Artigo Científico