EFEITO DA ADUBAÇÃO SILICATADA SOBRE GRAMÍNEAS FORRAGEIRAS E CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS DO SOLO

  • Pedro Henrique Korndörfer Universidade Estadual de Goiás
  • Gisele Carneiro da Silva
  • Itamar Rosa Teixeira UEG
  • Alessandro Guerra da Silva Universidade de Rio Verde
  • Rogério Soares de Freitas Agencia Paulista de Tecnologia em Agronegocio - APTA
Palavras-chave: Brachiaria brizantha, Panicum maximum, silício, corretivo de acidez

Resumo

Este trabalho avaliou o efeito da aplicação superficial de doses de silicato de cálcio sobre a produção de matéria seca e as concentrações de Si na parte aérea, assim como os atributos químicos do solo em pastagem degradada de gramíneas forrageiras, cultivadas em casa-de-vegetação. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5x2, com quatro repetições. Os tratamentos foram compostos por cinco doses de silicato de cálcio (0 kg ha-1, 500 kg ha-1, 1.000 kg ha-1, 1.500 kg ha-1 e 2.000 kg ha-1) e duas gramíneas forrageiras (Brachiaria brizantha cv. Marandu e Panicum maximum cv. Mombaça). Foram realizados dois cortes, aos 45 e 95 dias após a semeadura, sendo quantificada a produção de massa seca da parte aérea e as concentrações foliares de Si absorvido pelas plantas, além dos valores de pH, Ca, P, Al e V no solo, após a colheita das gramíneas. A aplicação de silicato de cálcio resultou em maior absorção de silício, tanto na cv. Marandu como na cv. Mombaça. A produção de massa seca da cv. Marandu não diferiu da cv. Mombaça. O silicato de cálcio aumentou o pH e a saturação por bases do solo e reduziu o teor de alumínio.

PALAVRAS-CHAVE: Brachiaria brizantha; Panicum maximum; silício; corretivo de acidez.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Henrique Korndörfer, Universidade Estadual de Goiás
Discente do Curso de Agronomia da Universidade Estadual de Goiás.
Itamar Rosa Teixeira, UEG

Graduação em Agronomia (1996) e Mestrado em Fitotecnia (1998) pela Universidade Federal de Lavras,  e doutorado em Fitotecnia (2002)  pela Universidade Federal de Viçosa.

Professor Adjunto da UEG em regime de D.E., atuando dos cursos de graduação e pos-graduação em Agronomia e Engenharia Agrícola, na área de Agronomia/Fitotecnia com ênfase no manejo, tratos culturais e tecnologia de sementes.

Alessandro Guerra da Silva, Universidade de Rio Verde

Graduação em Agronomia (1996) e Mestrado em Fitotecnia (1998) pela Universidade Federal de Lavras,  e doutorado em Fitotecnia (2003)  pela Universidade Federal de Viçosa.

Professor Adjunto da FESURV em regime de D.E., atuando dos cursos de graduação e pos-graduação em Agronomia,  área de Agronomia/Fitotecnia com ênfase no manejo, tratos culturais de leguminosas.

Rogério Soares de Freitas, Agencia Paulista de Tecnologia em Agronegocio - APTA

Engenheiro Agronomo, mestrado e doutorado (2005) pela UFV.

É pesquisador da APTA desenvolvendo trabalhos na área de manejo e tratos culturais de grandes culturas 

Publicado
21-05-2010
Como Citar
KORNDÖRFER, P.; SILVA, G.; TEIXEIRA, I.; SILVA, A.; FREITAS, R. EFEITO DA ADUBAÇÃO SILICATADA SOBRE GRAMÍNEAS FORRAGEIRAS E CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS DO SOLO. Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 40, n. 2, p. DOI: 10.5216/pat.v40i2.3922, 21 maio 2010.
Seção
Ciência do Solo