ALTERAÇÕES DAS PROPRIEDADES ORGANOLÉPTICAS DA ALFACE (Lactuca sativa L.) CULTIVADA COM DIFERENTES DOSES DE ADUBOS MINERAL E ORGÂNICO

Autores

  • Antônio Pasqualetto UFG
  • Cacilda Belém Soares ESUCARV
  • Watson Rogério Azevedo UFLA

Palavras-chave:

Alface, adubos, propriedades organolépticas

Resumo

Com intuito de avaliar os efeitos de diferentes doses de adubo mineral e orgânico nas propriedades organolépticas da alface (Lactuca sativa L.), foi conduzido experimento em campo, em latossolo vermelho-escuro, no município de Rio Verde (GO). O delineamento foi de blocos ao acaso com nove tratamentos (combinação dos níveis 0 kg.ha-1, 18.500 kg.ha-1 e 36.900 kg.ha-1 de adubo orgânico com os níveis 0 kg.ha-1, 870 kg.ha-1 e 1.750 kg.ha-1 de adubo mineral) e três repetições. Avaliaram-se cor, sabor, aroma e durabilidade em geladeira das alfaces colhidas aos 70 DAE. Observou-se que o tempo máximo para conservar o produto resfriado, próprio para consumo humano, fica em tomo de 10 dias. As doses de 18.500 kg.ha-1 de adubo orgânico mais 1.250 kg.ha-1 de adubo mineral proporcionaram cor própria, bem nítida à visão humana, melhorando o sabor e aroma, tornando as folhas de alface mais apetitosas.

PALAVRAS-CHAVE: Alface; adubos; propriedades organolépticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19-12-2007

Como Citar

PASQUALETTO, A.; SOARES, C. B.; AZEVEDO, W. R. ALTERAÇÕES DAS PROPRIEDADES ORGANOLÉPTICAS DA ALFACE (Lactuca sativa L.) CULTIVADA COM DIFERENTES DOSES DE ADUBOS MINERAL E ORGÂNICO. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 28, n. 2, p. 41–45, 2007. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2994. Acesso em: 26 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigo Científico