ESTUDO DA MICROBIOTA OCULAR COMO MONITOR DO 2-1 FOSFATO DISSÓDICO DE BETAMETASONA E DO FOSFATO DISSÓDICO/ACETATO DE DEXAMETASONA, EM CÃES QUE RECEBERAM TRANSPLANTES COM CÓRNEAS DE SUÍNOS

Autores

  • Nilo Sérgio Troncoso Chaves UFG
  • Paulo Sérgio de Moraes Barros UFG
  • Apóstolo Ferreira Martins UFG
  • Eugênio Gonçalves de Araújo UFG
  • Larissa Franco de Araújo UFG
  • Maria Auxiliadora Andrade UFG
  • Duvaldo Eurides Universidade Federal de Uberlândia
  • Clausmir Zanetti Jacomini UFG

Palavras-chave:

Microbiota, corticosteróides, xenotransplantes, córnea, canino, suíno

Resumo

Foram utilizados dez cães, sem raça definida, com peso médio de 10kg, selecionados no Centro de Zoonoses da Prefeitura de Goiânia. Após examinados e considerados sadios, foram numerados de 11 a 20 na respectiva coleira. Cada cão, a seu tempo, teve implantada no olho esquerdo córnea de suíno, este abatido no frigorífico Casa de Banha Caçula. A córnea foi conservada em câmara úmida pelo período máximo de seis horas. Cada animal antes da cirurgia recebeu 4mg de fosfato dissódico/acetato de dexametasona, por via intramuscular, e uma gota de fosfato dissódico de betametasona/sulfato de gentamicina. A medicação foi mantida até o seu sacrifício. De cada cão colheu-se no dia 0, antes da cirurgia, uma amostra do fórnice superior do olho esquerdo, com zaragatoa estéril e imediatamente embebida em água peptonada 0,1%, para os testes das bactérias aeróbicas e fungos. Cada teste foi repetido nas amostras colhidas no 7°, 14°, 21° e 28° dias, após o enxerto e comparado ao do dia 0. Das 39 amostras obtidas do saco conjuntival encontrou-se a prevalência do Staphylococcus epidermidis (12,8%), que, nas amostras iniciais, foram contaminação de colheita, pois não se manifestaram nas amostras do 28° dia, sugerindo a eficiência do antibiótico de escolha.

PALAVRAS-CHAVE: Microbiota; corticosteróides; xenotransplantes; córnea; canino; suíno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

17-12-2007

Como Citar

CHAVES, N. S. T.; BARROS, P. S. de M.; MARTINS, A. F.; ARAÚJO, E. G. de; ARAÚJO, L. F. de; ANDRADE, M. A.; EURIDES, D.; JACOMINI, C. Z. ESTUDO DA MICROBIOTA OCULAR COMO MONITOR DO 2-1 FOSFATO DISSÓDICO DE BETAMETASONA E DO FOSFATO DISSÓDICO/ACETATO DE DEXAMETASONA, EM CÃES QUE RECEBERAM TRANSPLANTES COM CÓRNEAS DE SUÍNOS. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 26, n. 2, p. 31–36, 2007. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2934. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigo Científico