EFEITO DO TRATAMENTO DA ÁGUA DE BEBIDA COM BIGUANIDA POLIMÉRICA (VANTOCIL IB) SOBRE O DESEMPENHO E SANIDADE DE FRANGOS DE CORTE

  • Marcos Barcellos Café UFG
  • Albenones José de Mesquita UFG
  • Kenya Marluce Borges da Silva UFG
  • Nadja Susana Mojyca UFG
  • Dirson Vieira UFG
Palavras-chave: Água, biguanida polimérica, frangos de corte

Resumo

O presente trabalho tem por finalidade avaliar o efeito da qualidade da água tratada com biguanida polimérica (Vantocil IB) em diferentes diluições, sobre o desempenho de frangos de corte, assim como verificar o estado sanitário destes frangos. Foram ensaiados cinco tratamentos e quatro repetições, com um total de 200 aves. Grupo 1: água não tratada - testemunha negativa; Grupo 2: água tratada com hipoclorito de sódio (0,4 - 0.6 ppm) - testemunha positiva; Grupo 3: água tratada com biguanida polimérica (Vantocil IB - 1:2000); Grupo 4: água tratada com biguanida polimérica (Vantocil IB - 1:4000); Grupo 5 água tratada com biguanida polimérica (Vantocil IB - 1:6000). A unidade experimental foi representada por dez aves, sendo o experimento conduzido no período de julho a agosto de 1995, com duração de 42 dias. Os resultados obtidos no experimento mostram que não houve influência dos tratamentos no consumo de ração, ganho de peso e peso médio. O melhor desempenho das aves é mostrado nos Grupos 5 e 4, seguidos pelos Grupos 2 e 1, que não diferiram estatisticamente entre si, porém o Grupo 3 mostrou os piores resultados. Quanto à qualidade sanitária da água tratada pelos diferentes produtos, tanto o cloro quanto a biguanida polimérica (Vantocil IB) mostraram eficiência nas diluições testadas.

PALAVRAS-CHAVE: Água; biguanida polimérica; frangos de corte.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
17-12-2007
Como Citar
CAFÉ, M. B.; MESQUITA, A. J. DE; SILVA, K. M. B. DA; MOJYCA, N. S.; VIEIRA, D. EFEITO DO TRATAMENTO DA ÁGUA DE BEBIDA COM BIGUANIDA POLIMÉRICA (VANTOCIL IB) SOBRE O DESEMPENHO E SANIDADE DE FRANGOS DE CORTE. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 26, n. 1, p. 27-36, 17 dez. 2007.
Seção
Artigo Científico