POLPA ÚMIDA DE TOMATE: EFEITOS SOBRE O DESEMPENHO DE BOVINOS CONFINADOS

Milton Luiz Moreira Lima, Hélio Louredo da Silva, Deborah Clea Ruy

Resumo


Este trabalho foi conduzido para avaliar os efeitos da inclusão de níveis crescentes de polpa úmida de tomate (PUT), em substituição ao feno de braquiaria decumbens (Brachiaria decumbens Staf), sobre o desempenho de bovinos confinados. Foram utilizados vinte bovinos mestiços E x Z com 12 meses de idade e peso inicial de 161 kg, alojados em grupos de cinco em baias de 60 m2. Os quatro tratamentos empregados foram: A) Feno de braquiaria decumbens (FHRAQ) 100% da matéria seca proveniente da forragem (MSF); B) FBRAQ 73% + PUT 27% da MSF; C) FBRAQ 46% + 54% PUT da MSF; D) FBRAQ 19% + 81% PUT da MSF. Quatro concentrados compostos por farelo de soja, grão de milho triturado e minerais foram usados para manter as rações isocalóricas e isoprotéicas. O ganho de peso médio diário (GMD) foi avaliado em intervalos de 28 dias. Não houve efeito dos tratamentos sobre o GMD (kg/dia): A) 0,88; B) 1,07; C) 1,04 e D) 1,21. Dessa forma, foi possível substituir até 80% da MS do FBRAQ com PUT sem efeitos negativos sobre o GMD.

PALAVRAS-CHAVE: Feno; subprodutos; ruminantes; nutrição.


Palavras-chave


Feno; subprodutos; ruminantes; nutrição

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons

Pesquisa Agropecuária Tropical está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br/index.php/pat/about/submissions#onlineSubmissions.

Esta publicação é financiada pelo Programa de Apoio às Publicações Periódicas da UFG (PROAPUPEC)

Visitantes: contador de visitas
Logotipo do IBICT