LEVANTAMENTO, IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DOS DANOS DE INSETOS EM ÁRVORES ORNAMENTAIS NA ÁREA URBANA DE GOIÂNIA (GO)

  • Antônio Henrique Garcia EA-UFG
Palavras-chave: Pragas, ornamental, P. aquatica, B. variegata, Caesalpinia sp.

Resumo

Das 1.800 árvores ornamentais amostradas na área urbana de Goiânia, Paquira aquatica representou 62,7%, Caesalpinia sp. 15,3%, Bauhinia variegata 10%, Spathodea campanulata 6%, Terminalia catappa 3,2%, Acacia sp. 1,2%, Ponciana sp. 1,0% e outras espécies, 0,6%. As espécies de insetos mais observadas entre as árvores de P. aquatica amostradas foram Psylla floccosa (92,3%), Steirastoma breve 76,7%), Palindia detracta (63,4%), Phelypera shuppeli 43,4%) e Euchroma gigantea (23,7%). As que causam maiores danos à planta são S. breve, que provoca o secamento dos troncos e galhos, e E. gigantea, cujas larvas destroem todo o sistema radicular provocando a queda da planta. Orthezia praelonga foi observada em 84,61% das árvores de B. variegata amostradas; entre 30 árvores 20% morreram após três anos e 40% no final do quarto ano; entre 50 mudas 36% secaram após um ano e 58% trinta meses após. O. praelonga foi observada em 94,6% de S. campanulata; em 32 árvores 8% secaram em um ano, 18% no segundo e o restante secou no final do terceiro ano. Icerya purchasi foi observada em 84,7% de Caesalpinia sp. amostradas; entre 48 árvores 5% secaram após seis meses, 16% dois anos após e 30% delas secaram no final do quarto ano; em 50 mudas dessa espécie, detectaram-se ataques bem intensos, 78% secaram em apenas quinze dias. Quesada gigas e Dorisiana sp. foram observadas em Acacia sp. Em Ponciana sp. foi observada a presença de algumas espécies de Scolytidae, Platipodidae e de Rhinotermitidae e em Terminalia catapa não foram observados danos.

PALAVRAS-CHAVE: Pragas; ornamental; P. aquatica; B. variegata; Caesalpinia sp.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Henrique Garcia, EA-UFG

Publicado
13-12-2007
Como Citar
GARCIA, A. LEVANTAMENTO, IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DOS DANOS DE INSETOS EM ÁRVORES ORNAMENTAIS NA ÁREA URBANA DE GOIÂNIA (GO). Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 29, n. 1, p. 77-81, 13 dez. 2007.
Seção
Artigos Científicos