INFLUÊNCIA DE SISTEMAS AGRÍCOLAS NA RESPOSTA DO FEIJOEIRO (Phaseolus vulgaris L.) IRRIGADO À ADUBAÇÃO NITROGENADA EM COBERTURA

Autores

  • Corival Cândido da Silva Embrapa Arroz e Feijão
  • Pedro Marques da Silveira

Palavras-chave:

Rotação de cultura, preparo do solo, componentes da produção, produtividade, feijão

Resumo

O aumento na produção de alimentos por meio da agricultura, com enfoque em sistemas agrícolas, tem sido bastante praticado nos últimos anos. O feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) é uma espécie viável de integrar esses sistemas, o que tem sido demonstrado nas áreas irrigadas na região central do Brasil. Entretanto, são necessários ajustes nas técnicas de manejo, adequando-as aos diferentes sistemas. A adubação nitrogenada é uma delas e esta deve ser diferenciada, considerando a diversidade dos sistemas agrícolas em que o feijoeiro participa. Para testar esta hipótese, avaliou-se a influência de quatro sistemas agrícolas na resposta do feijoeiro irrigado, cultivar Aporé, à adubação nitrogenada. Os sistemas foram A - rotação milho-feijão, preparo do solo com arado de aiveca na primavera-verão (novembro-dezembro) e grade aradora no outono-inverno (maio-junho); B – rotação arroz-feijão, preparo do solo com arado de aiveca em todas as épocas; C - rotação arroz/calopogônio-feijão, preparo do solo com grade aradora em todas as épocas; e D - rotação milhofeijão, em plantio direto contínuo. O nitrogênio, tendo a uréia como fonte, foi aplicado em cobertura nas doses de 0, 25, 50, 75, 100 e 125 kg.ha-1 de N. Os experimentos foram conduzidos no período de outono-inverno (maio-junho) de 1996 e 1997, em latossolo vermelho-escuro distrófico, na Fazenda Capivara, pertencente à Embrapa Arroz e Feijão. Houve efeito dos tratamentos no número de vagens/planta, na massa de 100 grãos e no rendimento de grãos. Os maiores rendimentos de grãos foram obtidos nos sistemas C e D, em que houve menor movimentação de solo. No sistema C, o efeito das doses de N ajustou-se ao modelo quadrático, sendo de 109 kg.ha-1 de N a dose estimada pela equação de regressão para obtenção dos maiores rendimentos. No sistema D, o efeito foi linear, mostrando que o feijoeiro demandou mais nitrogênio no plantio direto. Nos sistemas A e B, o efeito das doses variou com o ano de cultivo.

PALAVRAS-CHAVE: Rotação de cultura; preparo do solo; componentes da produção; produtividade; feijão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Corival Cândido da Silva, Embrapa Arroz e Feijão

 


 

Downloads

Publicado

13-12-2007

Como Citar

SILVA, C. C. da; SILVEIRA, P. M. da. INFLUÊNCIA DE SISTEMAS AGRÍCOLAS NA RESPOSTA DO FEIJOEIRO (Phaseolus vulgaris L.) IRRIGADO À ADUBAÇÃO NITROGENADA EM COBERTURA. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 30, n. 1, p. 87–96, 2007. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2868. Acesso em: 3 ago. 2021.

Edição

Seção

Artigo Científico