ALOGAMIA EM ARROZ (Oryza sativa L.) E RELAÇÃO COM CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS

  • Péricles de Carvalho Ferreira Neves Embrapa Arroz e Feijão
  • Elcio Perpétuo Guimarães
Palavras-chave: Oryza longistaminata, taxa de autopolinização, arroz híbrido, produção de sementes

Resumo

A produção de sementes híbridas de arroz, utilizando a técnica chinesa, requer uma grande quantidade de mão-de-obra e é cara. Alternativas para aumentar a taxa de polinização cruzada podem ajudar a reduzir tal custo. A Embrapa Arroz e Feijão desenvolve um projeto de produção de híbridos através da transferência de caracteres alogâmicos (comprimento de estigma e antera) da Oryza longistaminata A. Chev. para a cultivada Oryza sativa L. O objetivo deste estudo foi determinar as correlações genética e fenotípica entre esses caracteres e os agronômicos. O. longistaminata foi cruzada com a O. sativa e retrocruzada duas vezes para a cultivada. Foram obtidas 25 linhagens F3:6 e estudadas as correlações entre os caracteres alogâmicos (comprimento de estigma, antera e espigueta) e os agronômicos (comprimento de estigma, antera, espigueta, arista e panícula, esterilidade, degrane, altura de planta, perfilhos por planta, e exserção de panícula). O desenho experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com quatro repetições. Os ensaios foram conduzidos em dois locais dentro da área experimental da Embrapa Arroz e Feijão. Em geral, foram observadas pequenas correlações genética e fenotípica entre caracteres alogâmicos e agronômicos. Elevada e significativa associação foi observada entre o comprimento de estigma e o de anteras, o comprimento de estigma e o de arista, o comprimento de antera e o de arista, e o comprimento de panícula e a altura de planta.

PALAVRAS-CHAVE: Oryza longistaminata; taxa de autopolinização; arroz híbrido; produção de sementes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
13-12-2007
Como Citar
NEVES, P.; GUIMARÃES, E. ALOGAMIA EM ARROZ (Oryza sativa L.) E RELAÇÃO COM CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS. Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 30, n. 1, p. 49-55, 13 dez. 2007.
Seção
Artigo Científico