AVALIAÇÃO DE PRODUTOS NA DESCONTAMINAÇÃO DE EXPLANTES DE BANANA (Musa AAB cv. MAÇÃ)

Autores

  • Maurízia de Fátima Carneiro
  • Gilson Dourado da Silva
  • Paulo Alcanfor Ximenes
  • Iraídes Fernandes Carneiro
  • Jácomo Divino Borges

Palavras-chave:

Banana-maçã, cultura de tecidos, agentes contaminantes, fungicidas, bactericidas

Resumo

Este experimento foi realizado no Laboratório de Cultura de Tecidos do Setor de Horticultura da Escola de Agronomia da Universidade Federal de Goiás, em Goiânia, (GO), no período de maio a agosto de 1999. Alguns produtos foram avaliados quanto ao controle potencial de bactérias e fungos endógenos em explantes de banana Musa AAB cv. Maçã, em cultura de tecidos. Foram avaliados os seguintes produtos e respectivas concentrações: NaOCl a 103, 3.103 e 5.103 mg L-1; benomyl a 100, 200 e 300 mg L-1; cefotaxima a 100 , 200 e 300 mg L-1 e rifampicina a 100, 200 e 300 mg L-1. Os resultados mostraram que a cefotaxima a 300 mg L-1 retardou a contaminação dos explantes na fase inicial de implantação, reduzindo a infestação com bactérias e fungos.

PALAVRAS-CHAVE: Banana-maçã; cultura de tecidos; agentes contaminantes; fungicidas; bactericidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Alcanfor Ximenes


Downloads

Publicado

13-12-2007

Como Citar

CARNEIRO, M. de F.; SILVA, G. D. da; XIMENES, P. A.; CARNEIRO, I. F.; BORGES, J. D. AVALIAÇÃO DE PRODUTOS NA DESCONTAMINAÇÃO DE EXPLANTES DE BANANA (Musa AAB cv. MAÇÃ). Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 30, n. 1, p. 29–35, 2007. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2830. Acesso em: 3 ago. 2021.

Edição

Seção

Artigo Científico