Farinha de minhoca em dietas para juvenis de jundiá

Autores

  • Patrícia Inês Mombach Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Departamento de Zootecnia, Santa Maria, RS, Brasil.
  • Dirleise Pianesso Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Departamento de Zootecnia, Santa Maria, RS, Brasil.
  • Taida Juliana Adorian Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Departamento de Zootecnia, Santa Maria, RS, Brasil.
  • Juliano Uczay Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Departamento de Zootecnia e Ciências Biológicas, Palmeira das Missões, RS, Brasil.
  • Rafael Lazzari Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Departamento de Zootecnia e Ciências Biológicas, Palmeira das Missões, RS, Brasil.

Palavras-chave:

Rhamdia quelen (Quoy & Gaimard, 1824), fonte proteica alternativa, nutrição de peixes.

Resumo

Uma das demandas, na nutrição de peixes nativos, é a avaliação de fontes proteicas alternativas, que possam ser utilizadas em dietas. Este trabalho objetivou avaliar o crescimento e a composição corporal de juvenis de jundiá submetidos a dietas com diferentes níveis de farinha de minhoca. Um total de 300 exemplares, com massa inicial média de 15,6 ± 5,65 g, foram distribuídos em 15 tanques de polipropileno (250 L), durante 30 dias. O delineamento foi inteiramente casualizado, composto por cinco tratamentos (10%, 20%, 30% e 40% de inclusão de farinha de minhoca e uma dieta controle) e três repetições, com 20 peixes por unidade experimental. Os peixes foram alimentados duas vezes ao dia, recebendo 5% do seu peso vivo em ração dia-1. Ao final do período experimental, foram avaliados a massa final, comprimento total e padrão, taxa de crescimento específico, fator de condição e ganho em massa relativo. Também foi realizada análise de composição corporal, sendo determinadas a umidade, cinzas e gordura e proteína corporal, além da glicose sanguínea. Para a massa e comprimento total e padrão, não houve influência da adição de farinha de minhoca na dieta. Os níveis de inclusão de farinha de minhoca influenciaram a taxa de crescimento específico, ganho em massa relativo e o fator de condição dos peixes. A farinha de minhoca pode ser incluída em até 30%, na dieta de juvenis de jundiá, sem comprometer o crescimento dos peixes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

27-06-2014

Como Citar

MOMBACH, P. I.; PIANESSO, D.; ADORIAN, T. J.; UCZAY, J.; LAZZARI, R. Farinha de minhoca em dietas para juvenis de jundiá. Pesquisa Agropecuária Tropical, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 151–157, 2014. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/24569. Acesso em: 17 abr. 2021.

Edição

Seção

Zootecnia