TERRA E SUA ASSOCIAÇÃO COM FERRO DEXTRAN NO DESEMPENHO DE LEITÕES EM ALEITAMENTO

  • Romão da Cunha Nunes CNPq
  • Eurípedes Laurindo Lopes UFG
  • Antônio do Espírito Santo Corrêa UFG
  • Sergito de Souza Cavalcanti UFMG
  • Fábio Paceli Anselmo CNPq

Resumo

Na central de Suínos de Goiás, no município de Senador Canedo, foi realizada esta pesquisa, onde se utilizou leitegada de quinze porcas Large White com a finalidade de se verificar o efeito da terra e de sua associação com ferro dextran no desempenho de leitões, aos 21 e 36 dias da idade. Os tratamentos utilizados foram os seguintes: T1 - 100 mg do ferro dextran via intramuscular no terceiro dia de vida dos leitões; T2 -50 mg de ferro dextran via intramuscular no terceiro dia de vida dos leitões mais 1,0 Kg de terra/dia do terceiro ao trigésimo quinto dia; T3 - 2,0 kg de terra/dia do terceiro ao trigésimo quinto dia de vida dos leitões. Observadas as condições em que foi realizado o experimento, conclui-se que: 1) a substituição de 50 mg de ferro dextran por 1,0 kg de terra/dia, do terceiro ao trigésimo quinto dia de vida dos leitões é tão eficiente quanto 100 mg de ferro dextran injetável intramuscularmente ao terceiro dia de vida; 2) o uso de 2,0 kg de terra diariamente do terceiro ao trigésimo quinto dia de vida dos leitões teve um desempenho inferior aos demais tratamentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
14-11-2007
Como Citar
NUNES, R.; LOPES, E.; CORRÊA, A.; CAVALCANTI, S.; ANSELMO, F. TERRA E SUA ASSOCIAÇÃO COM FERRO DEXTRAN NO DESEMPENHO DE LEITÕES EM ALEITAMENTO. Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 11, n. 1, p. 69-76, 14 nov. 2007.
Seção
Artigos Científicos