Híbridos de trifoliata como porta-enxertos para laranjeira Pêra

  • Jorgino Pompeu Junior Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), Centro APTA Citros Sylvio Moreira, Cordeirópolis, SP, Brasil.
  • Silvia Blumer Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ), Departamento de Fitopatologia e Nematologia, Piracicaba, SP, Brasil.
Palavras-chave: Citrus sinensis L. Osbeck, citrandarin, citrumelo, citrange.

Resumo

O limão Cravo (Citrus limonia) tem sido utilizado como o principal porta-enxerto para a laranjeira Pêra (C. sinensis). Entretanto, sua susceptibilidade ao declínio e à morte súbita induziu o uso de porta-enxertos tolerantes a doenças, como as tangerinas Cleópatra (C. reshni) e Sunki (C. sunki) e o citrumelo Swingle (C. paradisi x Poncirus trifoliata), mais susceptíveis à seca que o limão Cravo. As tangerinas são, também, menos resistentes à gomose de Phytophthora, e o citrumeleiro Swingle revelou ser incompatível com a laranjeira Pêra. Na busca por outros porta-enxertos, este estudo objetivou avaliar a precocidade e a produção de frutos, a susceptibilidade à tristeza e ao declínio e a ocorrência de incompatibilidade de laranjeiras Pêra enxertadas em 12 híbridos de trifoliata, no limão Cravo EEL e na laranja Goutou, sem irrigação. Tristeza e declínio são endêmicos na região. Os citrandarins Sunki x English (1628), Changsha x English Small (1710) e duas seleções de Cleópatra x Rubidoux proporcionaram as maiores produções acumuladas, nas três primeiras safras e no total de seis safras avaliadas. Os citrandarins Cleópatra x Rubidoux (1660) e Sunki x Benecke (1697) induziram precocidade de produção, enquanto o citromonia Cravo x Swingle e o citrange C-13 foram os mais tardios. Nenhum dos porta-enxertos causou alternância de produção. As laranjeiras Pêra enxertadas no citrumelo Swingle, citrandarin Cleópatra x Swingle (1654) e em duas seleções de limão Cravo x citrange Carrizo apresentaram sintomas de incompatibilidade, formando linha de goma na região de enxertia. Nenhuma das plantas apresentou sintomas de tristeza ou declínio.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
17-03-2014
Como Citar
POMPEU JUNIOR, J.; BLUMER, S. Híbridos de trifoliata como porta-enxertos para laranjeira Pêra. Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 1, n. 1, p. DOI: 10.1590/S1983-40632014000100007, 17 mar. 2014.
Seção
Produção Vegetal