SENSIBILIDADE “IN VITRO” DE ISOLADOS DE Colletotrichum lindemuthianum A FUNGICIDAS

  • Aloísio Sartorato2 Sartorato
Palavras-chave: Antracnose, resistência a fungicidas, controle químico

Resumo

Avaliou-se a sensibilidade "in vitro" de isolados do fungo Colletotrichum lindemuthianum aos fungicidas tiofanato metílico + clorotalonil, tiofanato metílico, fluazinam, clorotalonil, trifloxystrobin + propiconazole, piraclostrobin, difenoconazole e fentin hidróxido. Os diâmetros das colônias, sob os diferentes princípios ativos avaliados, diferiram significativamente da testemunha. Os isolados de C. lindemuthianum apresentaram alta sensibilidade aos princípios ativos difenoconazole, piraclostrobin, trifloxistrobin + propiconazole e fluazinam. A maioria dos isolados apresentou baixa sensibilidade ao tiofanato metílico, o que pode indicar a ocorrência de resistência do fungo C. lindemuthinaum a esse princípio ativo.

PALAVRAS-CHAVE: Antracnose; resistência a fungicidas; controle químico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aloísio Sartorato2 Sartorato
Embrapa Arroz e Feijão - CNPAF (Centro Nacional de Pesquisa de Arroz e Feijão), Caixa Postal 179.
CEP 75375-000 Santo Antônio de Goiás, GO. E-mail: sartorat@cnpaf.embrapa.br
Publicado
24-10-2007
Como Citar
SARTORATO, A. S. SENSIBILIDADE “IN VITRO” DE ISOLADOS DE Colletotrichum lindemuthianum A FUNGICIDAS. Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 36, n. 3, p. 211-213, 24 out. 2007.
Seção
Nota Científica