CONTROLE DE TOMBAMENTO EM SEMENTES DE EUCALIPTO MEDIANTE PULVERIZAÇÕES COM FUNGICIDAS

Yvo de Carvalho, Raimundo Ney de Macedo Lima, Raulino Antônio Barbosa

Resumo


O incremento do reflorestamento e florestamento mediante o estímulo fiscal aumentou consideravelmente o plantio do eucalipto no Brasil, criando a necessidade de se produzir mudas em grande quantidades. Freqüentemente a ocorrência de tombamento de mudas, em pré ou pós-emergência, afetam os cronogramas de plantio, acarretando a morte de milhares de plântulas. No presente trabalho procurou-se verificar o efeito de sete fungicidas, aplicados em pulverizaçao a alto volume, no controle do tombamento causado por Cylindroctadium sp. e Fusarium sp. em mudas E. saligna Sm. nas sementeiras. O delineamento experimental usado foi o de blocos casualizados com quatro repetições. As sementes foram desinfectadas com Neantina seco a 0,3% e o leito da sementeira foi tratado com Brometo de metila (40ml/m²) e depois inoculado com Cylindroctadium sp Fusarium sp. em meio de fubá-areia. Observou-se que os tratamentos mais eficientes no controle do tombamento foram Arasan — 75 a 0,3%, Cupravit azul a 0,4% e Miltox a 0,35% enquanto que o Batasan a 0,15% foi o mais fitotóxico. As plântulas apresentaram melhor aspecto vegetativo nas parcelas tratadas com Ferradol a 0,25%. A elevada densidade de semeadura (50g/m²) e a ocorrência de tempo húmido e chuvoso parecem ter concorrido grandemente para a severa incidência do tombamento.


Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons

Pesquisa Agropecuária Tropical está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br/index.php/pat/about/submissions#onlineSubmissions.

Esta publicação é financiada pelo Programa de Apoio às Publicações Periódicas da UFG (PROAPUPEC)

Visitantes: contador de visitas
Logotipo do IBICT