DIVERSIDADE GENÉTICA EM POPULAÇÕES NATURAIS DE ARATICUNZEIRO (Annona crassiflora Mart.) POR MEIO DA ANÁLISE DE SEQÜÊNCIAS DE cpDNA

Angel José Vieira Blanco, Marlei de Fátima Pereira, Alexandre Siqueira Guedes Coelho, Lázaro José Chaves

Resumo


A forte degradação do bioma Cerrado, aliada ao extrativismo predatório a que muitas espécies vêm sendo submetidas, justifica a necessidade de pesquisas que subsidiem a sua conservação. O araticunzeiro (Annona crassiflora Mart.) È uma espécie de árvore frutífera nativa do bioma Cerrado, com elevado potencial de utilização econômica. Objetivando obter informações que indiquem o status genético desta espécie e orientem futuras estratégias de conservação, 82 indivÌduos provenientes de onze populações naturais foram analisados geneticamente. A análise do polimorfismo presente em sequências da região trnL do genoma cloroplastidial e posterior aplicação dos modelos associados à teoria da coalescência permitiram a detecção de elevados níveis de diversidade genética na espécie. Os resultados indicam que, embora as populações amostradas tenham demonstrado elevada similaridade genÈtica entre si, há uma incipiente, mas significativa diferenciação genética entre elas, que tende a aumentar progressivamente devido ao efeito do isolamento geográfico e à força da deriva. O coeficiente de diferenciação genética entre as populações foi de 7,3%. A análise espacial de divergência entre as populações não revelou correlação entre distâncias genéticas e geográficas, sugerindo ausência de fluxo gênico atual entre elas. Dentre as populações amostradas, identificaram-se desde aquelas em bom estado de conservação até populações com baixíssimos níveis de diversidade genética.

PALAVRAS-CHAVE: Araticum; diversidade genética; cpDNA.


Palavras-chave


Araticum; diversidade genética; cpDNA

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons

Pesquisa Agropecuária Tropical está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br/index.php/pat/about/submissions#onlineSubmissions.

Esta publicação é financiada pelo Programa de Apoio às Publicações Periódicas da UFG (PROAPUPEC)

Visitantes: contador de visitas
Logotipo do IBICT