INCIDÊNCIA DE FUNGOS EM SEMENTES DE PINHÃO-MANSO

  • Leimi Kobayasti UFMT
  • Andressa Iraides Adoriam UFMT
  • Vespasiano Borges de Paiva Neto UFMS
  • Charline Zaratin Alves UFMS
  • Mônica Cristina Rezende Zuffo UFMS
Palavras-chave: Jatropha curcas L., teste de sanidade, fungos fitopatogênicos.

Resumo

O conhecimento de patógenos associados a sementes é essencial para a elaboração de recomendações de manejo de uma cultura. Dessa forma, objetivou-se determinar os patógenos associados a sementes de pinhão-manso, para possibilitar o desenvolvimento de estratégias de controle dos mesmos. Para o teste de sanidade, utilizou-se o método do papel de filtro (blotter test), modificado com restritor hídrico NaCl - 1,0 MPa, e avaliação após sete dias de incubação, a 25ºC, com fotoperíodo de 12 horas. As sementes de pinhão-manso analisadas apresentaram alta frequência de espécies fúngicas, independentemente da desinfestação superficial das mesmas. Foram observados 19 gêneros de fungos, destacando-se Alternaria alternata, Colletotrichum sp., Fusarium spp. e Rhizoctonia solani, os quais são comumente patogênicos e devem ter sua relevância considerada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vespasiano Borges de Paiva Neto, UFMS
Engenheiro Agrônomo, Mestrado (UFLA) e Doutorado (UFV) em Fisiologia Vegetal. Professor Adjunto II do Departamento de Agronomia da UFMS. Área de Pesquisa: Micropropagação de Plantas  e  Anatomia Vegetal
Publicado
16-09-2011
Como Citar
KOBAYASTI, L.; ADORIAM, A.; PAIVA NETO, V.; ALVES, C.; ZUFFO, M. INCIDÊNCIA DE FUNGOS EM SEMENTES DE PINHÃO-MANSO. Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 41, n. 3, p. DOI: 10.5216/pat.v41i3.10948, 16 set. 2011.
Seção
Proteção de Plantas