O músico argentino Adolfo Reisin e a estética da improvisação coletiva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v21.69159

Palavras-chave:

Música argentina, improvisação, teatro, expressão corporal, pedagogia musical

Resumo

Este artigo propõe uma aproximação à figura do músico argentino Adolfo Reisin (1936-2020), ainda desconhecida do grande público e da comunidade musicológica. Em primeiro lugar, a obra de Reisin para o teatro é explorada na Argentina dos anos 1960, onde fez parte do Teatro de los Independientes. Em seguida, são analisadas as principais influências internacionais que moldaram sua estética (Pierre Schaeffer, Luigi Nono e Iannis Xenakis, entre outros) e como ele evoluiu para a prática da improvisação livre coletiva. A principal contribuição de Reisin neste campo foi o chamado “solfejo corporal-gestual”, que explicamos combinando a análise de fontes de arquivo, fitas de vídeo e entrevistas pessoais com o autor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Moro Vallina, Universidad de Oviedo

Daniel Moro Vallina é doutor em musicologia pela Universidade de Oviedo (cum laude, menção internacional) e licenciado em piano pelo Conservatório Superior de Música do Principado das Astúrias. A sua tese de doutoramento, dedicada ao compositor basco Carmelo Bernaola, obteve o Prémio Extraordinário de Doutoramento da Universidade de Oviedo e o Prémio Orfeón Donostiarra-UPV / EHU de Investigação Musical. Foi publicado como monografia pela Universidade do País Basco, na coleção Arte.Textos ("El compositor Carmelo Bernaola (1929-2002). Una trayectoria en la vanguardia musical española", 2019). Seus trabalhos incluem diversos artigos de pesquisa sobre vários aspectos da música contemporânea espanhola e latino-americana, publicados em revistas nacionais e internacionais como Cuadernos de Música Iberoamericana, Il Saggiatore Musicale, Revista de Musicología de la SEDEM, Perspectives of New Music, Revista Musical Chilena o Anuario Musical, entre outros. A próxima publicação será um livro dedicado ao compositor madrilenho Miguel Ángel Coria, em co-autoria com Ángel Medina (2021, no prelo). Foi professor da Universidade Internacional de La Rioja entre 2015 e 2020 e atualmente é professor assistente vinculado ao Departamento de História da Arte e Musicologia da Universidade de Oviedo. Diretor da coleção Libargo Ediciones Critiques (Granada), responsável pelo Projeto de Inovação Docente "Discriminaciones de género en el consumo y difusión de la música" (Universidade de Oviedo, em andamento) e membro de quatro Projetos de pesquisa sobre relações e intercâmbios musicais contemporâneos entre Espanha e América Latina, financiado pelo Ministério da Economia e Competitividade da Espanha.

Publicado

20-08-2021

Como Citar

Moro Vallina, D. (2021). O músico argentino Adolfo Reisin e a estética da improvisação coletiva. Revista Música Hodie, 21. https://doi.org/10.5216/mh.v21.69159

Edição

Seção

Artigos