Esta é uma versão desatualizada publicada em 14-09-2021. Leia a versão mais recente.

Desenvolvimento e construção do Sistema de Controle por Pedal de Placas Metálicas - SICPPLAM2020

Autores

  • Fernando Martins de Castro Chaib Escola de Música da UFMG http://orcid.org/0000-0001-9606-6335
  • Charles Augusto Braga Leandro Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil
  • Ronan Gil de Morais Instituto Federal de Goiás, Goiânia, Goiás, Brasil
  • Leandro Cesar da Slva
  • Tiago Alexandre Silva Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v21.67544

Palavras-chave:

Inovação Tecnológica, Placas Metálicas, Performance na Água, Exploração Tímbrica, SICPPLAM2020

Resumo

O repertório escrito para percussão requer, em diversas obras, a exploração sonora de placas metálicas em contato com a água. Para isso, o percussionista forçosamente precisa utilizar uma das mãos como forma de controlar a submersão e emersão do instrumento em água, limitando os meios de execução de toques. Restrições de dimensões/peso do instrumento e de explorações sonoras, stress muscular/risco de lesões e qualidade da performance são alguns dos problemas encontrados nesse sentido. Utilizando como referência pesquisas sobre patentes e marcas registradas, bem como o uso de softwares para o desenvolvimento de projetos em 3D, desenvolvemos o Sistema de Controle por Pedal de Placa Metálicas, mecanismo que permite ao percussionista controlar com os pés a submersão e emersão das placas metálicas em contato com a água, deixando assim as duas mãos 'livres' para a realização das explorações sonoras. Pretende-se assim contribuir para o melhoramento da performance percussiva bem como abrir novos caminhos para a composição e interpretação de obras inéditas para percussão que utilizem a água como fonte sonora e de exploração tímbrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Martins de Castro Chaib, Escola de Música da UFMG

Atua como performer em diversos países como Alemanha, Áustria, Itália, Portugal, Espanha, EUA, Uruguai, Chile, Venezuela, Brasil, China e Taiwan. Bacharel em Percussão pela UNESP, realizou Mestrado e Doutorado na Universidade de Aveiro (Portugal). Possui prêmios como solista e camerísta em Portugal, Itália e Brasil. Vem apresentando trabalhos científicos em eventos no Brasil, Portugal, Argentina, Uruguai e Canadá, publicando artigos em periódicos indexados. É docente na Graduação e Pós-Graduação da EMUFMG. É membro do grupo Impact(o) www.impacto.mus.br e codiretor do Grupo de Percussão da UFMG. Principais publicações: MORAIS, Ronan Gil de; CHAIB, Fernando Martins de Castro; OLIVEIRA, Fabio Fonseca de. (2017) Considerações históricas, estruturais e características sobre o instrumento Sixxen, de Iannis Xenakis. Per Musi, Belo Horizonte: UFMG. p.1-21. CHAIB, F. et al. (2015) “Gesto na performance da percussão, Parte 2: análise fatorial de correspondências de dados experimentais”. Per Musi, Belo Horizonte, n.31, p.60--73. CHAIB, F. et al. (2015) “Gesto na performance da percussão, Parte 1: análise percentual de dados experimentais”. Per Musi, Belo Horizonte, n.31, p.31-59.

Downloads

Publicado

14-09-2021

Versões

Como Citar

Chaib, F. M. de C., Braga Leandro, C. A., de Morais, R. G. ., da Slva, L. C. ., & Silva, T. A. (2021). Desenvolvimento e construção do Sistema de Controle por Pedal de Placas Metálicas - SICPPLAM2020. Revista Música Hodie, 21. https://doi.org/10.5216/mh.v21.67544

Edição

Seção

Artigos