Desenvolvimento e construção do Sistema de Controle por Pedal de Placas Metálicas - SICPPLAM2020

Autores

  • Fernando Martins de Castro Chaib Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, fernandochaib@gmail.com http://orcid.org/0000-0001-9606-6335
  • Charles Augusto Braga Leandro Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil, charles.augusto.bl@gmail.com
  • Ronan Gil de Morais Instituto Federal de Goiás, Goiânia, Goiás, Brasil, ronangil@gmail.com https://orcid.org/0000-0001-7492-3818
  • Leandro Cesar da Slva Autônomo, Contagem, Minas Gerais, Brasil, leandroarces@yahoo.com.br
  • Tiago Alexandre Silva Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, alexandre4122@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v21.67544

Palavras-chave:

Inovação Tecnológica, Placas Metálicas, Performance na Água, Exploração Tímbrica, SICPPLAM2020

Resumo

O repertório escrito para percussão requer, em diversas obras, a exploração sonora de placas metálicas em contato com a água. Para isso, o percussionista forçosamente precisa utilizar uma das mãos como forma de controlar a submersão e emersão do instrumento em água, limitando os meios de execução de toques. Restrições de dimensões/peso do instrumento e de explorações sonoras, stress muscular/risco de lesões e qualidade da performance são alguns dos problemas encontrados nesse sentido. Utilizando como referência pesquisas sobre patentes e marcas registradas, bem como o uso de softwares para o desenvolvimento de projetos em 3D, desenvolvemos o Sistema de Controle por Pedal de Placa Metálicas, mecanismo que permite ao percussionista controlar com os pés a submersão e emersão das placas metálicas em contato com a água, deixando assim as duas mãos 'livres' para a realização das explorações sonoras. Pretende-se assim contribuir para o melhoramento da performance percussiva bem como abrir novos caminhos para a composição e interpretação de obras inéditas para percussão que utilizem a água como fonte sonora e de exploração tímbrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Martins de Castro Chaib, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, fernandochaib@gmail.com

Atua como performer em diversos países como Alemanha, Áustria, Itália, Portugal, Espanha, EUA, Uruguai, Chile, Venezuela, Brasil, China e Taiwan. Bacharel em Percussão pela UNESP, realizou Mestrado e Doutorado na Universidade de Aveiro (Portugal). Possui prêmios como solista e camerísta em Portugal, Itália e Brasil. Vem apresentando trabalhos científicos em eventos no Brasil, Portugal, Argentina, Uruguai e Canadá, publicando artigos em periódicos indexados. É docente na Graduação e Pós-Graduação da EMUFMG. É membro do grupo Impact(o) www.impacto.mus.br e codiretor do Grupo de Percussão da UFMG. Principais publicações: MORAIS, Ronan Gil de; CHAIB, Fernando Martins de Castro; OLIVEIRA, Fabio Fonseca de. (2017) Considerações históricas, estruturais e características sobre o instrumento Sixxen, de Iannis Xenakis. Per Musi, Belo Horizonte: UFMG. p.1-21. CHAIB, F. et al. (2015) “Gesto na performance da percussão, Parte 2: análise fatorial de correspondências de dados experimentais”. Per Musi, Belo Horizonte, n.31, p.60--73. CHAIB, F. et al. (2015) “Gesto na performance da percussão, Parte 1: análise percentual de dados experimentais”. Per Musi, Belo Horizonte, n.31, p.31-59.

Downloads

Publicado

14-09-2021 — Atualizado em 14-11-2021

Versões

Como Citar

Chaib, F. M. de C., Braga Leandro, C. A., de Morais, R. G. ., da Slva, L. C. ., & Silva, T. A. (2021). Desenvolvimento e construção do Sistema de Controle por Pedal de Placas Metálicas - SICPPLAM2020. Revista Música Hodie, 21. https://doi.org/10.5216/mh.v21.67544 (Original work published 14º de setembro de 2021)

Edição

Seção

Artigos