Análise musical de peças acusmáticas com suporte de descritores psicoacústicos

Autores

  • Micael Antunes Instituto de Artes/ Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora - Universidade de Campinas
  • Tales Botechia Instituto de Artes/ Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora - Universidade de Campinas
  • Danilo Rossetti Faculdade de Comunicação e Artes - Universidade Federal do Mato Grosso
  • Jônatas Manzolli Instituto de Artes/Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora - Universidade de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v21.63565

Palavras-chave:

análise musical com suporte computacional, descritores de áudio, música acusmática, sharpness, coeficientes bark

Resumo

Este artigo apresenta um estudo exploratório em análise musical com foco em fenômenos perceptivos. O desenvolvimento de modelos computacionais do último século proporcionou o estudo de fenômenos perceptivos através de dispositivos tecnológicos e esses tornaram-se, eventualmente, suportes para criação e análise musical. Estudos atuais abrem espaço para a aplicação de ferramentas computacionais no contexto da musicologia sistemática. Como objetivo de estudar duas peças acusmáticas compostas pelos autores, o texto atualiza essa discussão a partir do referencial teórico da psicoacústica. Apresentamos o material sonoro composicional, focado em especulações sobre o temperamento por igual, e ressaltaremos suas consequências psicoacústicas baseados em modelos de rugosidade. Com o objetivo de focar em aspectos da textura musical, utilizamos os seguintes descritores de áudio: o de irregularidade espectral, como uma ferramenta para representar fenômenos microtemporais, como a rugosidade; o de coeficientes bark, para entender o desenvolvimento da textura no plano da frequência; e o de sharpness, para representar uma medida quantitativa de percepção subjetiva de densidade. Como resultado, apresentamos representações gráficas, acompanhadas de análises contextualizadas e comparativas das duas peças. Analisamos e interpretamos os fenômenos sonoros descritos nas representações gráficas como estruturas perceptivas emergentes. Ao final, discutimos o potencial das novas perspectivas para a análise musical com suporte em modelos perceptivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Micael Antunes , Instituto de Artes/ Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora - Universidade de Campinas

Micael Antunes é compositor e pesquisador, graduado pela FAAM (Faculdade de Artes Alcântara Machado) e mestre pela Universidade de São Paulo. Atualmente é estudante de doutorado do Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas, sob orientação de Jônatas Manzolli e Danilo Rossetti, desenvolvendo projetos colaborativos no Núcleo de Comunicação Sonora (NICS-Unicamp). Sua pesquisa acadêmica inclui sistemas de afinação, modelos psicoacústicos e análise musical, absorvendo também sua pesquisa em sua criação artística.

Tales Botechia, Instituto de Artes/ Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora - Universidade de Campinas

Bacharel em música com ênfase em composição pela Unicamp (2013-2018). Mestrando ingressante em 2019, sob orientação de Jônatas Manzolli e co orientação de Danilo Rossetti pela mesma universidade, desenvolvendo projetos no Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora. Tem sua pesquisa voltada à análise de música instrumental baseada em morfologias sonoras com auxílio de suporte computacional.

Danilo Rossetti, Faculdade de Comunicação e Artes - Universidade Federal do Mato Grosso

É Doutor em Composição Musical pela UNICAMP, com período sanduíche no CICM-Université Paris 8. É Mestre em Música e Bacharel em Composição e Regência pela UNESP. Realizou pesquisa de pós-doutorado no NICS-UNICAMP, com apoio da FAPESP. É professor do bacharelado e licenciatura em Música da UFMT e professor colaborador do PPGM/IA-UNICAMP. Foi um dos premiados do Prêmio Funarte de Música Clássica 2016, na categoria solos, música acusmática e mista.

Jônatas Manzolli, Instituto de Artes/Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora - Universidade de Campinas

Estuda a cognição e percepção musical e modelos computacionais para criação e análise musicais. Sua produção artística relaciona música instrumental e mista e obras multimodais. É pesquisador Pq do CNPq, professor Titular do Instituto de Artes e pesquisador do NICS, Unicamp. Na pós-graduação em Música se dedica à formação de pesquisadores que hoje atuam em instituições de referência no Brasil e no exterior.

Downloads

Publicado

11-05-2021

Como Citar

Antunes , M., Botechia, T., Rossetti, D., & Manzolli, J. (2021). Análise musical de peças acusmáticas com suporte de descritores psicoacústicos. Revista Música Hodie, 21. https://doi.org/10.5216/mh.v21.63565

Edição

Seção

Artigos