A SOMBRA ERÓTICA NO CONTO “MISS ALGRAVE” DE CLARICE LISPECTOR: O SAGRADO VERSUS O PROFANO

Autores

  • Edinaldo Flauzino de MATOS Universidade Federal de Rondônia

DOI:

https://doi.org/10.5216/lep.v24i2.65597

Resumo

No presente artigo busca-se analisar a temática erótica no conto “Miss Algrave”, de Clarice Lispector sob a perspectiva do efeito sombra cujas forças manifestas advém de Eros contíguas às múltiplas facetas que envolvem traumas de infância da personagem Ruth Algrave. A interpretação proposta ajusta-se à combinação cromática que, por sua vez, pressupõe mensagens implícitas na conjuntura dos eventos. Também objetiva-se distinguir o limite de oposição entre o sagrado e o profano manifesto como paradoxo de dois mundos que entrecruzam o comportamento da personagem. Além disso, os estudos da psicanálise freudiana são evocados para a compreensão do quanto uma pessoa pode sucumbir às investidas dos instintos, a saber: o Id, o Eu e o Super-eu que compõe a psique humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edinaldo Flauzino de MATOS, Universidade Federal de Rondônia

Doutor em Letras – Área de Literaturas em Língua Portuguesa, pela UNESP – Universidade Estadual Paulista de São José do Rio Preto. Mestre em Estudos Literários pela UNEMAT – Universidade do Estado de Grosso de Tangará da Serra. Docente efetivo do curso de Letras na UNIR – Universidade Federal de Rondônia. Líder do GESTELIT – Grupo de Estudos Teóricos e Literários

 

Downloads

Publicado

28-02-2021

Como Citar

Flauzino de MATOS, E. (2021). A SOMBRA ERÓTICA NO CONTO “MISS ALGRAVE” DE CLARICE LISPECTOR: O SAGRADO VERSUS O PROFANO. Linguagem: Estudos E Pesquisas, 24(2), 51–85. https://doi.org/10.5216/lep.v24i2.65597

Edição

Seção

Literatura de Autoria feminina: gênero, erotismo e interfaces