O CORPO FALA EM “LUAMANDA”, “ANA DAVENGA” E “DUZU-QUERENÇA”, DE CONCEIÇÃO EVARISTO

Autores

  • Paulo Antônio VIEIRA JÚNIOR Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará http://orcid.org/0000-0001-5428-2080
  • Roselene Cardoso ARAÚJO Pontifícia Universidade Católica de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/lep.v24i2.65286

Resumo

O presente estudo desenvolve reflexões em torno do discurso do corpo em três contos de Conceição Evaristo: “Luamanda”, “Ana Davenga” e “Duzu-Querença”. A centralidade do corpo da mulher negra, na obra de Evaristo, surge como forma de construir um contradiscurso ao dualismo logocêntrico que engendrou a vinculação da branquitude patriarcal à mente e a negritude e a feminilidade ao corpo, entendendo estes como indispostos ao trabalho intelectual e à (auto)reflexão. As personagens de Evaristo demostram que descolonizar mente e corpo são fenômenos equivalentes, por isso as mulheres negras representadas, em contextos sociais diversos, sofrem o trauma do racismo e do sexismo e elaboram saídas contradiscursivas a partir do próprio corpo que, antes desapropriado e controlado, adquire autonomia e passa por reconfigurações. O suporte teórico que possibilitou tais leituras reside, principalmente, sobre os estudos de bell hooks (1995), Lélia Gonzalez (1984), Djamila Ribeiro (2019), Gayatri Spivak (2010) e Michelle Perrot (2003).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Antônio VIEIRA JÚNIOR, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Doutor em Estudos Literários pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atualmente é professor Adjunto I, de Teoria Literária e Literatura Brasileira, da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), estando lotado no Instituto de Estudos do Xingu (IEX).

Roselene Cardoso ARAÚJO, Pontifícia Universidade Católica de Goiás

Artista plástica. Mestra em Literatura e Crítica Literária pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

Downloads

Publicado

28-02-2021

Como Citar

VIEIRA JÚNIOR, P. A., & ARAÚJO, R. C. . (2021). O CORPO FALA EM “LUAMANDA”, “ANA DAVENGA” E “DUZU-QUERENÇA”, DE CONCEIÇÃO EVARISTO. Linguagem: Estudos E Pesquisas, 24(2), 129–151. https://doi.org/10.5216/lep.v24i2.65286

Edição

Seção

Literatura de Autoria feminina: gênero, erotismo e interfaces