O PRIMO BASÍLIO: AS ADAPTAÇÕES E SUAS FUNÇÕES SOCIAIS DOI: 10.5216/lep.v15i1.25144

Autores

  • Carlos Alberto CORREIA Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, campus de Assis

Resumo

Este artigo tem como finalidade discutir o aproveitamento de conteúdos sociais propostos por um romance publicado em 1878, O primo Basílio de Eça de Queirós, e suas duas adaptações audiovisuais no Brasil. Para tal, primeiramente, é feito um esboço sobre como esses meios comunicacionais são utilizados para apresentar aos seus usuários mecanismos de identificação econscientização. Depois então, perpassado pelo contexto histórico d'O primo Basílio, será ressaltada a função moralizante da obra e o processo deaproveitamento desses recursos na sociedade contemporânea por parte dos receptores como fonte de identificação e formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alberto CORREIA, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, campus de Assis

Mestre em Estudos da Linguagem pela Universidade Feedral de Santa Maria(UFSM), Rio Grande do Sul, Brasil em 2010. Doutorado em andamento em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, campus de Assis. ɠprofessor da Secretaria de Educação do Estado de Mato Grosso do Sul.

Downloads

Publicado

2014-10-23

Como Citar

CORREIA, C. A. O PRIMO BASÍLIO: AS ADAPTAÇÕES E SUAS FUNÇÕES SOCIAIS DOI: 10.5216/lep.v15i1.25144. Linguagem: Estudos e Pesquisas, Goiânia, v. 15, n. 1, 2014. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/lep/article/view/32460. Acesso em: 27 jun. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Estudos de Texto e de Discurso