Chamada para publicação - Linguagem: Estudos e Pesquisas, vol. 24, n. 2

29-04-2020

Dossiê temático: Literatura de Autoria feminina: gênero, erotismo e interfaces

 Ementa: A presente chamada para o Dossiê Literatura de Autoria feminina: erotismo e interfaces parte do pressuposto de que as pesquisas orientadas pelo cruzamento entre os estudos literários e os estudos feministas e de gênero se encontram em ampla consolidação, oferecendo a possibilidade de múltiplas abordagens da produção literária no Brasil e no mundo. Dentre essas possibilidades, os estudos de textos eróticos e/ou pornográficos escritos por mulheres são uma vertente profícua uma vez que indicam procedimentos de ruptura com as investiduras de gênero e com o cânone instaurado sobre uma tradição fálica da literatura que explora temas sexuais. Nesse sentido, o presente dossiê acolherá trabalhos que versem sobre a expressão do erotismo (e suas modalidades amplas e correlatas) em textos literários escritos por mulheres, considerando as diversas possibilidades de representação do corpo, do desejo, das identidades de gênero e das relações eróticas no contexto da poesia, da ficção narrativa ou de outras modalidades de texto de autoria feminina. Também serão aceitos estudos que façam a aproximação da literatura com outras modalidades de arte erótica, no campo teórico-analítico mencionado nessa chamada.

Prazos: O envio do artigo deve ser feito exclusivamente pelo site da revista, conforme orientações disponíveis em submissões, até o dia 31 de agosto de 2020.

Organizadoras deste número

Luciana Borges: Doutora em Letras - Estudos Literários pela Universidade Federal de Goiás e Professora na UFCAT – Universidade Federal de Catalão. Pesquisa Literatura de Autoria Feminina com ênfase em estudos de gênero, erotismo e pornografia. É autora do livro O erotismo como ruptura na ficção brasileira de autoria feminina (2013). Organizou A mulher na escrita e no pensamento (2013); O corpo na literatura e na arte (2013); Problemas de gênero (2016), dentre outros. É vinculada ao grupo Dialogus (CNPq), ao GT Anpoll - A mulher na literatura e ao Coletivo Feminista Mulherio das Letras.

Tânia Regina Oliveira Ramos:  Graduada em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina, mestre e doutora em Literaturas de Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Atualmente é Professora Titular e coordena o núcleo Literatura e Memória da UFSC, com projetos aprovados pela FAPESC e CNPq. Faz parte da Coordenação Geral da Revista Estudos Feministas e do Conselho Editorial das revistas, UniLetras, Mafuá Ciências e Letras, Literatura Hoje, Signótica e Anuário de Literatura. Atua, pesquisa e publica nas linhas de pesquisa História e Memória, escritas de si e gênero.

Além dos artigos para o dossiê temático, a revista LINGUAGEM: Estudos e Pesquisas receberá também artigos para a Sessão Temática Livre, Resenhas e Entrevistas, desde que estejam no escopo dos Estudos da Linguagem. As editoras de número podem, ainda, convidar pesquisadores(as) de renomado destaque na área para a publicação de “Texto de autor(a) convidado(a)”.