Soroprevalência da infecção por Hantavirus em roedores do Estado do Ceará, Brasil

Autores

  • Gerlane Tavares de Souza Chioratto
  • Érica de Cássia Vieira da Costa
  • Marise Sobreira
  • Alzira Maria Paiva de Almeida

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpt.v39i1.9493

Palavras-chave:

Roedores, Hantavírus, Soroprevalência, Peste.

Resumo

A síndrome pulmonar cardiovascular por hantavírus (SPCVH) e a peste (infecção pela

 

Yersinia pestis) são zoonoses que ocorrem no Brasil. As áreas de distribuição dos dois agravos poderão se sobrepor, pois eles compartilham os mesmos roedores reservatórios. Nosso objetivo foi analisar a prevalência de anticorpos contra hantavírus em roedores de áreas focais de peste no estado do Ceará. A amostra foi composta por 239 animais: 136 Necromys lasiurus, 31 Oligoryzomys nigripes, 33 Oryzomys subflavus, 4 Holochilus sciureus, 24 Rattus rattus, 1 Mus musculus, 8 Trichomys apereoides e 2 Galea spixii. Os soros de dois N. lasiurus capturados na serra da Ibiapaba apresentaram anticorpos anti-hantavirus, evidenciando que as populações humanas dessas áreas estão sob risco de contrair uma infecção potencialmente letal, o que requer a estruturação de um programa de pesquisas com o objetivo de estudar sistematicamente a hantavirose.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

07-04-2010

Como Citar

Chioratto, G. T. de S., Costa, Érica de C. V. da, Sobreira, M., & Almeida, A. M. P. de. (2010). Soroprevalência da infecção por Hantavirus em roedores do Estado do Ceará, Brasil. Revista De Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, 39(1), 01–06. https://doi.org/10.5216/rpt.v39i1.9493

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS / ORIGINAL ARTICLES