CONTAMINAÇÃO DO SOLO POR GEOHELMINTOS EM ÁREAS PÚBLICAS DE RECREAÇÃO EM MUNICÍPIOS DO SUL DO RIO GRANDE DO SUL (RS), BRASIL

Autores

  • Leonardo Ferreira Prestes Pós-graduandos em Parasitologia, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Pelotas, RS, Brasil.
  • Sabrina Jeske Pós-graduandos em Parasitologia, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Pelotas, RS, Brasil.
  • Cibele Velleda dos Santos Pós-graduandos em Parasitologia, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Pelotas, RS, Brasil.
  • Mariana Centeno Gallo Graduanda em Ciências Biológicas, UFPEL, Pelotas, RS, Brasil.
  • Marcos Marreiro Villela Departamento de Microbiologia e Parasitologia, Instituto de Biologia, UFPEL, Pelotas, RS, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpt.v44i2.36645

Palavras-chave:

Praças públicas. Contaminação. Toxocara.

Resumo

O presente trabalho objetivou avaliar a contaminação ambiental do solo por parasitos em praçaspúblicas de seis municípios da região sul do Rio Grande do Sul. Foram visitadas dez praças, sendoanalisadas 10 amostras de solo de cada uma destas localidades, totalizando 100 amostras. A técnicaempregada para a pesquisa de parasitos no solo foi a de Caldwell & Caldwell adaptada por Pessoa& Martins. Constatou-se contaminação parasitária em 41% (41) das amostras e todas as praçasavaliadas possuíam ao menos uma amostra positiva. O parasito de maior frequência foi Toxocaraspp., presente em 25% das amostras, seguido pela superfamília Strongyloidea (possivelmenteancilostomídeos) (11%), por Ascaris spp. (4%) e Trichuris spp. (2%), dentre outros. Tambémfoi identificada a presença de cães e suas fezes na maioria dos locais avaliados. Evidencia-se apossibilidade da transmissão de helmintoses aos usuários destas praças, especialmente larva migransvisceral, larva migrans cutânea e enteroparasitoses. Os resultados ressaltam a importância daimplementação de medidas preventivas cujo intuito seja minimizar a contaminação fecal do solo deáreas públicas destinadas ao lazer. Para isso, o esclarecimento da população, o controle de animaiserrantes e a posse responsável dos animais são as principais alternativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-07-2015

Como Citar

Prestes, L. F., Jeske, S., dos Santos, C. V., Gallo, M. C., & Villela, M. M. (2015). CONTAMINAÇÃO DO SOLO POR GEOHELMINTOS EM ÁREAS PÚBLICAS DE RECREAÇÃO EM MUNICÍPIOS DO SUL DO RIO GRANDE DO SUL (RS), BRASIL. Revista De Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, 44(2), 155–162. https://doi.org/10.5216/rpt.v44i2.36645

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS / ORIGINAL ARTICLES