EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA AMÉRICA DO SUL REFERENTE ÀS LEISHMANIOSES: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Autores

  • Claudia Teresa Vieira de Souza Research Laboratory of Epidemiology and Social Determination of Health, Evandro Chagas National Institute of Infectious Diseases/Oswaldo Cruz Foundation, Fiocruz, Rio de Janeiro, Brazil.
  • Dinair Leal da Hora Research Laboratory of Epidemiology and Social Determination of Health, Evandro Chagas National Institute of Infectious Diseases/Oswaldo Cruz Foundation, Fiocruz, Rio de Janeiro, Brazil.
  • Eloisa Leal da Hora Research Laboratory of Epidemiology and Social Determination of Health, Evandro Chagas National Institute of Infectious Diseases/Oswaldo Cruz Foundation, Fiocruz, Rio de Janeiro, Brazil.
  • Michelle Campos de Matos Research Laboratory of Epidemiology and Social Determination of Health, Evandro Chagas National Institute of Infectious Diseases/Oswaldo Cruz Foundation, Fiocruz, Rio de Janeiro, Brazil.
  • Sandro Javier Bedoya-Pacheco Research Laboratory of Epidemiology and Social Determination of Health, Evandro Chagas National Institute of Infectious Diseases/Oswaldo Cruz Foundation, Fiocruz, Rio de Janeiro, Brazil.
  • Carlos Augusto Ferreira de Andrade Laboratory of Clinical Epidemiology, Evandro Chagas National Institute of Infectious Diseases/ Oswaldo Cruz Foundation, Rio de Janeiro, Brazil.
  • Idanir Antonio Momesso Neto Laboratory of Clinical Epidemiology, Evandro Chagas National Institute of Infectious Diseases/ Oswaldo Cruz Foundation, Rio de Janeiro, Brazil.
  • Maria de Fátima Moreira Martins Libraries Network, Institute of Communication and Information Science and Technology in Health/ Oswaldo Cruz Foundation, Rio de Janeiro, Brazil.

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpt.v44i2.36638

Palavras-chave:

Leishmaniose, educação em saúde, revisão, epidemiologia.

Resumo

As leishmanioses são importantes antropozoonoses que representam um complexo de doençascom elevada morbimortalidade no Brasil e no mundo. O objetivo do estudo foi realizar umarevisão sistemática sobre a produção de conhecimento na educação em saúde na América do Sulreferente às leishmanioses. Utilizamos as bases de dados: Pubmed, Literatura Latino-Americanae do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scopus, Science Direct, Web of Knowledge eScielo. Para a avaliação dos estudos selecionados elaboramos uma matriz analítica considerandoas seguintes categorias educacionais: referenciais e modelos; intervenção educativa; propostaeducativa; avaliação de políticas, programas e projetos educativos. Foram considerados adequadosos estudos que contemplaram pelo menos duas das categorias indicadas. A pesquisa resultou em389 registros e 54 foram incluídos para leitura na íntegra. Seis estudos da América do Sul foramaprovados e selecionados para extração dos dados. Destes, quatro foram realizados no Brasil, umna Colômbia e um no Peru. Quatro dos seis estudos eram sobre leishmaniose cutânea e dois eramsobre leishmaniose visceral. Dos artigos selecionados cinco eram de intervenção e um inquérito. Osresultados obtidos sugerem que estudos na área de educação em saúde em leishmaniose, tanto noBrasil como nos países da América do Sul devem ser incentivados devido a dispersão e o grandeimpacto dessa doença na população afetada. Intervenções educativas em saúde ocupam um lugarde importância no controle das doenças negligenciadas, porque interferem com os diferentescomponentes epidemiológicos da doença, apresentando um potencial transformador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-07-2015

Como Citar

de Souza, C. T. V., da Hora, D. L., da Hora, E. L., de Matos, M. C., Bedoya-Pacheco, S. J., de Andrade, C. A. F., Momesso Neto, I. A., & Martins, M. de F. M. (2015). EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA AMÉRICA DO SUL REFERENTE ÀS LEISHMANIOSES: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. Revista De Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, 44(2), 111–123. https://doi.org/10.5216/rpt.v44i2.36638

Edição

Seção

ATUALIZAÇÃO / UP TO DATE